Imunologia

Começa a Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo

bebê no colo do pai ao fundo. em primeiro plano, mão segurando injeção.começa campanha de vacinação contra o sarampo

Começa a  Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo. Primeira fase vai até dia 27/10, para crianças de 6 meses a 5 anos.

 

Começou nesta segunda-feira, 07/10/2019, a Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo, que será dividida em duas fases.

Na primeira, que vai até o dia 27/10/2019, serão vacinadas crianças de 6 meses a 5 anos. O dia D da campanha ocorrerá no sábado dia 19.

Veja também: Leia uma entrevista sobre sarampo

A meta do Ministério da Saúde é vacinar 95% do público-alvo, ou seja, 2,6 milhões de crianças  devem tomar a vacina trivalente, que protege também contra rubéola e caxumba.

A segunda fase da campanha irá de 18 a 30 de novembro, para pessoas entre 20 e 29 anos.

Apesar de ser feita com vírus vivo atenuado, a vacina é considerada bastante segura e costuma causar reação em uma porcentagem pequena dos vacinados. Nesses casos, as mais  comuns são febre alta, acima de 390 C (de 5% a 15% dos casos); coriza, dor de cabeça e vermelhidão nos olhos (de 0,5% a 4%); manchas vermelhas no corpo (5%); gânglios inchados (5%);e dor e  vermelhidão no local da aplicação (0,1% dos vacinados), segundo a Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm).

As reações, quando ocorrem, costumam aparecer na primeira dose da vacina, entre o 50 e 120 dia após a vacinação, e desaparecem em poucos dias.

Desde o início deste ano, foram  6.373 confirmações da doença no estado de São Paulo, com nove mortes. Cerca de 60% dos casos se encontram na capital. Pará e Rio de Janeiro também têm surto ativo da doença, mas com menos casos que São Paulo.

 

Quem deve tomar a vacina contra o sarampo

 

Além do público-alvo, as pessoas que não tomaram ou não sabem se tomaram a vacina contra o sarampo devem procurar uma Unidade Básica de Saúde para atualizar a carteira.

Quem deve tomar a vacina:

  • Bebês de 6 meses a 1 ano incompleto devem tomar a dose extra da vacina, chamada de “dose zero”. Ao completar 12 meses, devem tomar normalmente uma dose da tríplice viral. Aos 15 meses, devem receber uma dose da tetravalente, que protege também contra caxumba, rubéola e varicela (catapora). As duas doses fazem parte do Calendário Nacional de Vacinação;
  • Pessoas de 12 meses a 29 anos de idade devem ter duas doses da tríplice viral comprovadas;
  • Adultos de 30 a 59 anos devem ter pelo menos 1 dose da tríplice viral;
  • Adultos com mais de 60 anos não precisam se vacinar, pois já entraram em contato com o vírus do sarampo no passado.

Bebês menores de 6 meses, gestantes e pessoas em estado de imunossupressão não devem tomar a vacina (veja mais sobre a contraindicação da vacina aqui).

Sobre o autor: Mariana Varella

Mariana Varella é editora do Portal Drauzio Varella. Formada em Ciências Sociais pela USP, atua na área de jornalismo de saúde, com foco em saúde da mulher. @marivarella