Saúde pública

Principais reclamações de beneficiários de planos de saúde



Dificuldade para conseguir autorização para procedimentos e grandes aumentos nos reajustes estão entre as principais reclamações contra planos de saúde. Veja como fazer sua reclamação.

 

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) mantém um índice em seu site, atualizado a cada dois anos, no qual estão agrupadas as reclamações mais frequentes dos beneficiários em relação a suas operadoras de saúde. Entre as mais citadas, pode-se destacar:

 

Atendimento 

 

  • Dificuldade para conseguir autorização para procedimentos específicos;
  • Burocracia que gera conflito no acesso ao plano e promove uma situação desconfortável para o paciente que precisa utilizar o serviço;
  • Aumento de demanda: mais pessoas passaram a utilizar os planos de saúde particulares e seus benefícios (consultas e exames, principalmente) e as operadoras pecam ao providenciar estruturas capazes de acolhê-las.

 

Reajustes

 

  • Altos custos;
  • Ajustes acima da inflação.

 

Expectativas

 

  • O usuário espera receber mais informações sobre saúde, cuidados e prevenção e as operadoras ainda carecem desse tipo de serviço;
  • O paciente está ciente dos seus direitos e espera ser atendido conforme estabelecido em normativas e leis;
  • O perfil epidemiológico da população mudou, mas boa parte das operadoras não acompanhou e peca no oferecimento de serviços.

 

Médicos

 

  • “Consultas-relâmpago”: Queixa frequente dos beneficiários, referente à rapidez com que médicos realizam o atendimento, sem levar em conta histórico clínico, sintomas, hábitos e, muitas vezes, sem examinar o paciente.

 

Mudança de cobertura

 

  • Modificação do plano sem prévia consulta aos usuários;
  • Substituição de parceiros (laboratórios, hospitais, médicos) por outros de menor qualidade (o que é proibido por lei, pois o plano de saúde têm obrigação de oferecer serviço alternativo de igual qualidade ou valor, na mesma localidade ou em localidade próxima).

 

Falta de suporte

 

  • As operadoras como um todo não dão conta do grande número de consultas requisitadas.

 

Faça sua parte

 

Consulte o índice de reclamações das operadoras.

Sempre que se sentir lesado, o paciente deve contatar a ANS em um dos núcleos da agência ou pelo telefone 0800-701-9656. A agência realizará análise e investigação apuradas da veracidade e dos motivos das reclamações, podendo, então, tomar providências perante a operadora, com multas, suspensões ou cancelamentos de planos.

Tudo começa com a iniciativa do cliente ao questionar o serviço. Não se conforme se vir que está sendo prejudicado. As denúncias e questionamentos elevam o padrão de concorrência e faz com que as operadoras se mantenham dentro da norma para garantir o seu funcionamento.

Sobre o autor: Luiz Fujita Jr

Luiz Fujita Jr é jornalista, editor do Portal Drauzio Varella e criador do podcast Entrementes, sobre saúde mental. @luizfujitajr