Lubrificação vaginal – Vamos Falar #7

A lubrificação vaginal é normal e pode mudar de acordo com alguns fatores. Quando há ressecamento, é preciso buscar ajuda médica.

Mariana Varella

Mariana Varella é editora-chefe do Portal Drauzio Varella. Jornalista de saúde, é formada em Ciências Sociais e pós-graduanda na Faculdade de Saúde Pública da USP. Interessa-se por saúde pública e saúde da mulher. Prêmio Especialistas Saúde 2021 e Prêmio Einstein Colunista +Admirados da Imprensa de Saúde e Bem-Estar 2021 @marivarella

Compartilhar

A lubrificação vaginal é normal e pode mudar de acordo com alguns fatores. Quando há ressecamento, é preciso buscar ajuda médica.

Sabe aquele molhadinho na calcinha no peródo da ovulação ou durante a excitação antes das relações sexuais? Esse é um mecanismo natural do corpo feminino para manter a vagina lubrificada e limpa. Em geral, é transparente, sem cheiro, tem aspectos parecidos com clara de ovo e não exige nenhuma preocupação.

No entanto, a lubrificação vaginal pode ser alterada de acordo com alguns fatores como menstruação, fatores psicológicos, tipo de roupa, entre outros. Nos casos em que ela não é suficiente e há o ressecamento vaginal, recomenda-se buscar ajuda médica para tratar as causas. Saiba mais neste episódio do Vamos Falar.

Veja também: Quando o corrimento vaginal pode indicar alguma doença

Veja mais