Síndrome do olho seco | José Álvaro Pereira Gomes

Poluição e uso excessivo de telas podem causar a doença do olho seco. Conheça os sintomas.

Drauzio Varella

Drauzio Varella é médico cancerologista e escritor. Foi um dos pioneiros no tratamento da aids no Brasil. Entre seus livros de maior sucesso estão Estação Carandiru, Por um Fio e O Médico Doente.

Compartilhar

Poluição e uso excessivo de telas podem causar a doença do olho seco. Conheça os sintomas.

 

Ardência nos olhos, vermelhidão, cansaço visual que piora ao longo do dia… Esses sinais, muitas vezes ignorados, caracterizam a doença do olho seco. A condição se refere à produção insatisfatória de lágrimas que acaba ressecando os olhos. É mais comum entre os moradores das cidades e acomete pessoas de todas as idades, de crianças a idosos.

As causas podem estar relacionadas ao meio ambiente, a algumas doenças que afetam as glândulas lacrimais, o uso de determinados medicamentos e o tempo exagerado na frente das telas. O oftalmologista José Álvaro Pereira Gomes conversou com o dr. Drauzio para explicar como reconhecer o problema e o que fazer para preveni-lo. Assista no vídeo!

Conteúdo produzido em parceria com a Johnson & Johnson Vision.

Veja também: O segredo para não pegar conjuntivite

Veja mais