não é o tempo frio em si que favorece a contaminação. Entenda por que a gripe é mais comum no inverno.

 

Com a queda da temperatura, as pessoas se aglomeram mais em ambientes fechados. E aí, vem aquela sinfonia de espirros. A responsável pela trilha sonora preocupante é a tal da gripe

A transmissão do vírus Influenza, causador da gripe, acontece geralmente pelo ar, por meio de gotículas expelidas quando uma pessoa infectada fala, tosse ou espirra. As gotículas contendo o vírus são inaladas por outra pessoa e pronto, acontece uma nova contaminação. 

Outra maneira de contrair a doença é pelo contato com superfícies contaminadas com o vírus, seguido daquela famosa coçada de olho ou cutucada no nariz.  

 

Veja também: Quem deve tomar a vacina contra gripe.

 

Os sintomas, todo mundo já conhece: febre alta, dores de cabeça e no corpo, tosse, mal estar, fraqueza, dor de garganta e coriza. Esse quadro costuma melhorar em até 5 dias. 

Mas em pessoas com mais de 60 anos, a preocupação é maior. A gripe pode evoluir para pneumonia e outros problemas respiratórios que, se não tratados, levam até a óbito. Especialmente para esse grupo, a vacinação é fundamental. 

A imunização deve acontecer todo ano. Informe-se sobre a campanha de vacinação contra a gripe e vá ao posto de saúde mais próximo.