Podcasts

DrauzioCast #004 | Depressão 2

thumb drauziocast depressao 2

Histórico de depressão na família é um dos fatores de risco mais importantes para a doença.

 

 

 

Depressão é uma doença crônica, recorrente, muitas vezes com alta concentração de casos na mesma família, que se manifesta não somente em adultos, mas também em crianças e adolescentes. O que caracteriza os quadros depressivos nessas faixas etárias é o estado persistentemente irritado, tristonho ou atormentado, que compromete as relações familiares, as amizades e a performance escolar.

Em pelo menos 20% dos pacientes com depressão instalada na infância ou adolescência existe risco de surgirem distúrbios bipolares; distúrbios bipolares são aqueles que alternam fases de depressão com outras de mania — caracterizadas por euforia, agitação psicomotora, diminuição da necessidade de sono, ideias de grandeza e comportamento de risco.

Veja também: Como ajudar alguém com depressão | Infográfico

Antes da puberdade, o risco de apresentar depressão é o mesmo para meninos ou meninas; mais tarde, ele se torna duas vezes maior no sexo feminino. A prevalência da depressão é alta — ela está presente em 1% das crianças e em 5% dos adolescentes. Ter um dos pais com depressão aumenta duas a quatro vezes o risco da doença na criança. O quadro é mais comum em portadores de doenças crônicas — como diabetes e epilepsia, ou depois de acontecimentos estressantes, como a perda de um ente querido. Negligência dos pais ou violência sofrida na primeira infância também aumentam o risco.

Sobre o autor: Drauzio Varella

Drauzio Varella é médico cancerologista e escritor. Foi um dos pioneiros no tratamento da aids no Brasil. Entre seus livros de maior sucesso estão Estação Carandiru, Por um Fio e O Médico Doente.

Leia mais