O câncer anal é um tipo de tumor raro que pode ser causado pelo HPV. Entre outras causas importantes está o tabagismo. Conheça os sintomas.

 

O câncer anal é caracterizado pela presença de tumores no canal anal e nas bordas externas do ânus. É mais comum em mulheres. Segundo informações do Instituto Nacional do Câncer (Inca), é um câncer raro e representa entre 1% e 2% dos tumores colorretais.

 

Fatores de risco do câncer anal

 

Infecções provocadas pelo HPV (papilomavírus humano) ou pelo HIV (vírus da imunodeficiência humana, causador da aids) aumentam o risco desse tipo de tumor.

Outras infecções sexualmente transmissíveis (IST) comuns, como clamídia, gonorreia, herpes genital e condilomatose também podem estar relacionadas à ocorrência de tumores anais. Outras possíveis causas são tabagismo, prática de sexo anal, fístula anal crônica, má higiene na região e irritação anal crônica.

 

Veja também: Por que vacinar seus filhos contra o HPV

 

Sintomas do câncer anal

 

O principal sintoma é o sangramento anal no momento da evacuação, acompanhado de dor na região. Também pode haver:

  • Sangue nas fezes;
  • Coceira;
  • Ardor;
  • Secreção;
  • Ferida na região anal;
  • Incontinência fecal (quando não há controle das fezes).

 

Diagnóstico de câncer anal

 

O diagnóstico é feito por meio de uma biópsia. Em alguns casos, também pode ser solicitado o exame de ressonância magnética, que ajuda identificar a extensão do tumor e definir qual o melhor método de tratamento.

 

Tratamento do câncer anal

 

O tratamento pode ser clínico ou cirúrgico, vai depender da avaliação do médico de acordo com o estágio do tumor. Na maioria dos casos, a indicação é combinar radioterapia e quimioterapia. Quando mais cedo o câncer for identificado, maior é a chance de cura.

 

Recomendações para prevenir o câncer anal

 

  • Fique atento a sintomas como sangramento e problemas intestinais. Na maior parte das vezes esses sinais não indicam um câncer, mas é fundamental procurar um médico para ter um diagnóstico;
  • Sempre use preservativo durante as relações sexuais, pois o câncer anal pode se desenvolver a partir de algumas ISTs;
  • Procure se alimentar bem e praticar atividade física regularmente, pois essa ações ajudam a prevenir tumores malignos;
  • Se for fumante, abandone o cigarro. Quanto mais cedo parar de fumar, menor o risco de desenvolver esse tipo de doença.