Nestes dias de frio, em que a temperatura na capital paulista está na marca dos 10 graus, os pacientes em tratamento oncológico devem dar atenção especial à saúde. Segundo o Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (Icesp), os medicamentos quimioterápicos costumam acentuar a sensibilidade ao frio, provocando  sensação de formigamento ou de choque, principalmente nas mãos e nos pés.

Para aliviar esses sintomas, é importante manter-se agasalhado e reforçar a proteção das extremidades com o uso de luvas, gorros, tocas de lã e meias grossas. O consumo de chás e outras bebidas quentes também ajuda a manter a temperatura do corpo.

A medicação também provoca queda na imunidade, aumentando o risco de infecções respiratórias como resfriados e sinusites. Para prevenção, é essencial lavar bem as mãos com água e sabão diversas vezes ao dia, além de evitar ambientes fechados e climatizados. Os pacientes internados não devem receber visitantes que estejam com sintomas de gripe.

Durante o inverno, a pele fica menos exposta, mas não está totalmente protegida dos raios solares. “O uso de filtro solar (FPS 15, no mínimo) não deve ser dispensado nem no tempo frio”, explica a oncologista clínica do Icesp Maria Del Pilar Esteves Diz.