Vídeos

Araraquara: lockdown e outras medidas para conter a pandemia | Linha de Frente



O lockdown de 10 dias adotado em Araraquara diminuiu em 79% o número de óbitos por covid-19 na cidade.

 

Desde que a pandemia chegou ao Brasil, a cidade de Araraquara, em São Paulo, mobilizou-se para organizar centros de atendimento, capacitar profissionais, monitorar os novos casos e disponibilizar testagem rápida. Até dezembro de 2020, as iniciativas surtiram efeito: foram 92 óbitos por covid-19 ao longo de todo o ano, um dos índices de letalidade mais baixos do país.

Mas, depois das festas de fim de ano, a situação se agravou rapidamente: a taxa de ocupação dos leitos de UTI, que antes não representava nem metade das vagas disponíveis, agora ultrapassava os 100%. A enfermeira Eliana Honain Ribeiro, secretária de Saúde de Araraquara, relata que o número de mortes pela doença mais que dobrou no período.

A prefeitura resolveu, então, instituir um lockdown de 10 dias, em que apenas os serviços de saúde continuaram funcionando plenamente (transportes públicos foram suspensos e supermercados só atendiam por delivery). Em entrevista ao dr. Drauzio, Eliana conta como essa iniciativa foi organizada e como a população respondeu à ação – a qual resultou em diminuição considerável no número de casos e mortes por covid-19 na cidade.

Veja também: Uberlândia: a rotina de UTIs 100% ocupadas | Linha de Frente

Leia mais