Desenvolvimento: afeto nunca é demais | Quanto Mais Cedo, Maior | Episódio 4

O afeto dos pais com os filhos, seja ao falar, brincar ou cantar, proporciona aprendizados importantes logo nos primeiros anos da infância.

Drauzio Varella

Drauzio Varella é médico cancerologista e escritor. Foi um dos pioneiros no tratamento da aids no Brasil. Entre seus livros de maior sucesso estão Estação Carandiru, Por um Fio e O Médico Doente.

Compartilhar

O afeto dos pais com os filhos, seja ao falar, brincar ou cantar, proporciona aprendizados importantes logo nos primeiros anos da infância.

 

No quarto episódio de Quanto Mais Cedo, Maior, as mães Jordana Ferreira de Souza e Talyta Facundes de Sales contam como vivenciaram o afeto com seus bebês ao longo dos primeiros anos de vida. Desde o útero materno, a criança começa a aprender a partir da relação com tudo o que está ao redor. Os estímulos e os vínculos afetivos promovem um melhor desenvolvimento motor, emocional e da linguagem.

Veja também: Primeira infância (até 6 anos) exige convivência olho no olho

Veja mais