Afinal, qual é o prazo entre as doses da vacina contra a covid? | Comentando Comentários

O intervalo entre as doses da vacina pode gerar muitas dúvidas, mas é importante destacar que são necessárias as três doses para a proteção completa.

Drauzio Varella

Drauzio Varella é médico cancerologista e escritor. Foi um dos pioneiros no tratamento da aids no Brasil. Entre seus livros de maior sucesso estão Estação Carandiru, Por um Fio e O Médico Doente.

Compartilhar

O intervalo entre as doses da vacina pode gerar muitas dúvidas, mas é importante destacar que são necessárias as três doses para a proteção completa.

 

Temos recebido várias dúvidas sobre o intervalo entre as doses da vacina. Um dos inscritos no nosso canal pergunta qual prazo deve seguir: os 6 meses recomendados pela Pfizer, os 5 meses recomendado pelo CDC ou os 4 meses aplicados em São Paulo?

Para o dr. Drauzio, o melhor é seguir o período do lugar onde você mora. Não existe nenhum estudo comparando os diferentes intervalos e seus efeitos, então, os dados baseados na produção de anticorpos é que norteiam a imunização. De qualquer forma, uma coisa é certa: 3 doses da vacina são fundamentais para proteger contra a covid grave e a morte pela doença, principalmente em meio ao avanço da variante Ômicron. Assista ao vídeo e complete o seu esquema vacinal!

Veja também: Terceira dose da vacina não é só reforço, é necessária | Coronavírus

Veja mais