A violência contra mulheres na USP, deve ser motivo de indignação para qualquer pessoa, ainda mais para alguém que estudou na instituição.

 

Alunas foram estupradas durante uma festa na Faculdade de Medicina da USP, e a embriaguez, é claro, sempre é trazida à tona como se fosse justificativa para um crime previsto em lei.

 




Veja também: Negras são as maiores vítimas da violência contra a mulher