Saúde Sem Tabu #16 | Higiene íntima masculina

Urologista alerta para a necessidade de mudanças em padrões culturais ligados à má higiene íntima masculina.

Mariana Varella

Mariana Varella é editora-chefe do Portal Drauzio Varella. Jornalista de saúde, é formada em Ciências Sociais e pós-graduanda na Faculdade de Saúde Pública da USP. Interessa-se por saúde pública e saúde da mulher. Prêmio Especialistas Saúde 2021 e Prêmio Einstein Colunista +Admirados da Imprensa de Saúde e Bem-Estar 2021 @marivarella

Urologista alerta para a necessidade de mudanças em padrões culturais ligados à má higiene íntima masculina.

Compartilhar

Publicado em: 10 de janeiro de 2022

Revisado em: 10 de janeiro de 2022

Urologista alerta para a necessidade de mudanças em padrões culturais ligados à má higiene íntima masculina.

 

 

 

O Brasil é um dos países com o maior número de casos de câncer de pênis no mundo. A doença está relacionada a infecções pelo HPV, fimose não tratada corretamente e tabagismo, mas o principal fator de risco continua sendo a má higiene íntima. O acúmulo de microorganismos no pênis leva inicialmente ao surgimento de manchas e, mais para frente, de ardência e dor na região. O problema é que os homens costumam buscar ajuda médica apenas neste último estágio, quando a doença já está bem avançada.

Por vergonha de procurar atendimento ou falta de conhecimento sobre o próprio corpo, muitos acabam tendo que recorrer até mesmo à amputação. Neste episódio do Saúde Sem Tabu, Mariana Varella recebe o urologista Ricardo Nunes para conversar sobre prevenção e os cuidados necessários com a higiene íntima masculina.

Ouça também no YouTube:

Conteúdo desenvolvido em parceria com a marca TENA https://www.tena.com.br

Veja também: Como fazer a higiene íntima masculina

Veja mais