Doenças e sintomas

Apendicite

Close em abdômen de homem com mão sobre a região inferior direita, do apêndice.

A dor da apendicite ocorre do lado direito na parte baixa do abdômen. Fique atento, pois é necessário atendimento médico com urgência.

 

Apendicite é a inflamação do apêndice, um pequeno órgão linfático parecido com o dedo de uma luva, localizado no ceco, a primeira porção do intestino grosso. Na maioria dos casos, o problema ocorre por obstrução da luz dessa pequena saliência do ceco pela retenção de materiais diversos com restos fecais.

 

Veja também: Leia aqui entrevista completa sobre apendicite

 

O quadro inflamatório-infeccioso característico da apendicite é mais frequente entre 20 e 30 anos e  pode ser extremamente grave. Em caso de dor forte e localizada do lado direito na parte baixa do abdômen, procure ajuda imediatamente, pois apendicite pode evoluir em algumas horas e levar à morte se o paciente não for tratado a tempo.

 

Sintomas da apendicite

 

  • Falta de apetite é o principal sintoma da apendicite. No entanto, como aparece em qualquer quadro infeccioso, torna-se um sinal inespecífico;
  • O sintoma mais característico é a dor abdominal que se manifesta do lado direito e na parte baixa do abdômen, na altura do umbigo. É uma dor pontual, contínua e localizada, fraca no início, mas que vai aumentando de intensidade;
  • Colapso do aparelho digestivo, porque o intestino para de funcionar;
  • Febre;
  • Queda do estado geral;
  • Náuseas, vômitos e certa apatia.

 

Diagnóstico da apendicite

 

O diagnóstico é clínico, realizado com base na história do paciente e na palpação do abdômen. Como os sintomas das anexites (inflamação das tubas uterinas, útero e ovários) também provocam dor do lado direito do abdômen, é preciso estabelecer o diagnóstico diferencial. O ultrassom e a tomografia auxiliam bastante nessa distinção.

Estabelecer o diagnóstico de apendicite nem sempre é fácil. Por isso, havendo suspeita da infecção, o paciente deve ser encaminhado para cirurgia o mais depressa possível para evitar complicações graves, como a peritonite, que é a inflamação da mucosa que reveste toda a cavidade abdominal.

 

Tratamento da apendicite

 

O tratamento da apendicite é cirúrgico. A incisão é pequena e as cicatrizes quase imperceptíveis. A intervenção pode ser feita também por via laparoscópica com os mesmos resultados da cirurgia com campo aberto. Se a cirurgia não for realizada em tempo hábil, a apendicite pode por em risco a vida do paciente.

Só excepcionalmente o tratamento clínico é introduzido antes da cirurgia.

 

Recomendações em caso de suspeita de apendicite

 

  • Procure assistência médica imediatamente se sentir dor na parte baixa e do lado direito do abdômen. Pode ser uma crise de apendicite aguda;
  • Não se recuse a ficar internado no hospital enquanto o diagnóstico não for esclarecido. Você pode precisar de cirurgia de emergência.

 

Perguntas frequentes sobre apendicite

 

De que lado é a dor da apendicite?

Guarde bem: a dor da apendicite ocorre do lado DIREITO do abdômen, na altura do umbigo. Procure assistência, pois trata-se de uma emergência médica.

 

Crianças podem ter apendicite?

Sim. Não é uma condição frequente, mas é possível. Dependendo da idade da criança, a comunicação dos sintomas pode ser difícil. É necessário ficar atento para inchaço ou rigidez no abdômen, além dos outros sintomas, como febre e dor intermitente.

 

O que é apendicite supurada?

Este é um termo utilizado para definir os casos em que a inflamação causou o rompimento do órgão. Nesses casos, a dor é intensa e o risco de sepse (infecção generalizada) é alto. Daí a importância de procurar ajuda o quanto antes.

Sobre o autor: Maria Helena Varella Bruna

Maria Helena Varella Bruna é redatora e revisora, trabalha desde o início do Site Drauzio Varella, ainda nos anos 1990. Escreve sobre doenças e sintomas, além de atualizar os conteúdos do Portal conforme as constantes novidades do universo de ciência e saúde.

Leia mais