Vídeos

Como se formam as placas de gordura | Animação #08

thumb anima colesterol placas gordura

Placas que podem entupir artérias não são constituídas simplesmente pelas gorduras que consumimos. Entenda como se formam as placas de gordura.

 

Você já deve ter ouvido falar em placas de gordura que entopem as artérias e provocam infarto. 

Mas essas placas, chamadas de ateromas, não são formadas só por gordura. Por diversos motivos, como excesso de açúcar no sangue, a parede interna das artérias começa a sofrer danos. Essas regiões danificadas tornam-se um local propício para que substâncias que viajam pelo sangue fiquem presas. 

Colesterol e outras gorduras, cálcio, fibrina e resíduos de células começam a se acumular. Com o tempo, o colesterol oxida, o que estimula uma reação do organismo caracterizada pelo envio de células que metabolizam esse colesterol. O problema é que essas células, ao consumir o colesterol, formam placas que tornam a parede da artéria naquela região mais grossa e rígida. 

 

Veja também: Colesterol em 5 perguntas 

 

Também faz parte do processo a multiplicação de células musculares lisas da artéria que se acumulam sobre a placa e formam um revestimento rígido. 

Essa placa oferece vários riscos. Ela pode aumentar de tamanho até obstruir completamente a artéria, ou um coágulo sanguíneo pode aderir à placa e provocar essa obstrução. Ou ainda, o revestimento pode se romper e liberar placas que irão viajar pela corrente sanguínea até obstruir uma artéria em outra região.

Dependendo do local da obstrução, pode ocorrer um infarto, um AVC, embolias e outros problemas graves.

Mantenha uma dieta equilibrada, uma rotina de exercícios físicos e consulte um médico regularmente.

 

Leia mais