DrauzioCast #39 | Insônia

A insônia é um sintoma recorrente na vida das pessoas, mas algumas medidas podem te ajudar a evitá-la. 

Drauzio Varella é médico cancerologista e escritor. Foi um dos pioneiros no tratamento da aids no Brasil. Entre seus livros de maior sucesso estão Estação Carandiru, Por um Fio e O Médico Doente.

Compartilhar

Publicado em: 22 de janeiro de 2019

Revisado em: 23 de setembro de 2021

A insônia é um sintoma recorrente na vida das pessoas, mas algumas medidas podem te ajudar a evitá-la. 

 

 

 

O tempo necessário para um sono reparador varia de uma pessoa para outra. Há gente que precisa dormir sete, oito horas; outros dormem seis ou sete… Outros precisam dormir nove, mas muita gente se queixa de insônia.

Hoje nós sabemos que a produção inadequada de um neurotransmissor — a serotonina — e o estresse provocado pelo desgaste do dia a dia, ou por situações-limites, do ponto de vista emocional, são as causas mais importantes de dificuldade para conciliar o sono.

Embora haja medicamentos que que possam ajudar a pessoa a dormir, não se automedique — há um abuso absurdo de medicamentos para dormir, uma verdadeira epidemia. [A pessoa com insônia] toma o remédio no primeiro dia, no segundo dorme que é uma maravilha, e com o passar do tempo fica totalmente dependente da maioria desses medicamentos.

O ideal é que você tome algumas medidas para tentar ter um sono mais saudável. E, às vezes, é uma simples questão de mudança no estilo de vida. Aí vão alguns conselhos para combater a insônia:

  • Reduza o consumo de cafeína. Lembre-se que cafeína não é só no café, [mas também] no chá, refrigerantes e chocolates — são cheios de cafeína;
  • Faça exercícios regularmente. Ajuda muito, mas os fisiologistas recomendam que esse exercício não seja feito perto da hora de dormir, porque aí excita;
  • Tenha uma rotina para o horário de dormir e de despertar. Mesmo nos fins de semana, tente manter o esquema estabelecido nos outros dias. Se você deitou um dia às 21h00, no outro dia às 2h00 [e] no outro dia às 23h00, fica difícil para o organismo se adaptar a essas mudanças;
  •  Procure relaxar antes de ir para a cama. Ouça música, leia um pouco, converse, assista a um filme;
  • Tome um banho morno antes de deitar. Deixe a água escorrer pelo corpo durante algum tempo — isso ajuda a relaxar os músculos;
  • Beba um copo de leite morno. O leite contém um aminoácido — triptofano — que relaxa os músculos e facilita o sono;
  • Mantenha o quarto às escuras e certifique-se de que a temperatura está agradável. Se houver barulho, use protetores de ouvido, e não assista à televisão na cama;
  • Se não conseguiu dormir depois de 30 minutos deitado, levanta-se, vá para a sala, um abajur, com uma luz indireta, uma leitura ajuda bastante. Ficar acordado, ficar tentando forçar para dormir, durante horas, provoca irritação e agrava insônia.

Veja também: Insônia atinge 73 milhões de brasileiros

Veja mais

Sair da versão mobile