Mulher

6 perguntas sobre o coletor menstrual

mão segurando coletor menstrual

Confira informações importantes para quem pretende testar essa alternativa. Selecionamos 6 perguntas sobre o coletor menstrual. 

 

O coletor menstrual é um dispositivo que serve para coletar o sangue durante a menstruação. É uma espécie de copinho de silicone que se ajusta ao corpo da mulher, dispensando o uso de absorventes comuns. O coletor surgiu como uma alternativa econômica e sustentável, já que é reutilizável, enquanto o absorvente externo é descartável e demora dezenas de anos para se decompor na natureza.

Nem todas as mulheres se adaptam ao coletor menstrual, mas é importante que existam novas opções para que cada uma teste e escolha aquela com a qual se sente mais confortável. Veja abaixo as respostas para algumas dúvidas comuns sobre o coletor.

 

Veja também: Coletor menstrual: por que não falamos dele?

 

1) Como escolher o tamanho adequado do coletor?

 

Existem apenas dois tamanhos disponíveis no mercado: um para mulheres que já tiveram filhos e outro para mulheres que nunca pariram. Procure essa especificação na embalagem do produto no momento da compra.

 

2) Todas as mulheres podem usar?

 

Qualquer mulher pode usar. Em mulheres que nunca tiveram relação sexual existe o risco de rompimento do hímen, já que o coletor precisa ser inserido na vagina. Algumas alterações anatômicas, como septos vaginais ou alterações do colo do útero (como útero didelfo), podem fazer com que a colocação do coletor menstrual cause dor ou desconforto. 

 

3) De quanto em quanto tempo ele deve ser esvaziado?

 

O coletor menstrual deve ser retirado, esvaziado e higienizado a cada 6 a 12 horas. A quantidade exata de tempo vai depender da intensidade do fluxo menstrual de cada mulher. Quanto mais leve for o fluxo, mais horas ela pode ficar com o “copinho”. 

 

 

Veja também: Artigo sobre menstruação

 

4) Como higienizar corretamente o coletor menstrual?

 

A limpeza é bem simples. O ideal é lavá-lo com água e sabão neutro durante os dias de menstruação, de acordo com a frequência explicada acima, e fervê-lo após o fim do período menstrual para utilizar novamente no próximo mês. A lavagem pode ser feita com uma esponja na pia do banheiro ou mesmo no chuveiro, durante o banho. A limpeza deve ser muito bem feita para evitar que o canal vaginal seja infectado com bactérias.

O produto não fica com mau cheiro. 

 

5) Qual é o preço médio e onde encontrar o coletor menstrual?

 

O valor do coletor menstrual normalmente fica entre R$ 70,00 e R$ 150,00, e é comum que o kit venha com dois coletores. Inicialmente, o preço pode parecer alto, mas levando em conta que o produto dura de 5 a 10 anos, ao longo do tempo ele sai mais barato do que os absorventes descartáveis comuns, que precisam ser comprados mensalmente. O coletor pode ser encontrado em farmácias e perfumarias em geral, inclusive em lojas online. 

 

6) Existe algum risco relacionado ao uso?

 

O coletor menstrual é seguro e oferece baixo risco. O principal risco está relacionado a infecções por falta de higiene. Mas se ele for usado de forma adequada, sendo retirado no tempo correto, higienizado e armazenado conforme as orientações do fabricante, não há com que se preocupar.

Mulheres que têm alergia a componentes de látex ou silicone devem ficar atentas à composição descrita na embalagem do produto. Se houver algum tipo de irritação ou outro problema na região vaginal por conta do uso, a recomendação é marcar uma consulta com o ginecologista para reportar a situação. Lembre-se de levar o coletor. Além de tratar o problema, o médico pode dar orientações sobre o uso e a colocação adequada do coletor menstrual. 

 

Dicas para o primeiro uso

 

Se você está em busca de uma alternativa diferente dos absorventes comuns, vale a pena testar o coletor menstrual e ver se é uma boa opção para você. Para colocá-lo na vagina, você pode ficar sentada, deitada ou mesmo apoiada no vaso sanitário, o que achar mais fácil e confortável. Se quiser, use uma pequena quantidade de lubrificante para auxiliar a colocação. Depois, caminhe um pouco e observe se há algum tipo de desconforto ou incômodo nas horas seguintes.

Em mulheres com fluxo muito intenso podem ocorrer vazamentos devido à incompatibilidade com o tamanho do coletor. O mais indicado é testá-lo em casa, para o caso de imprevistos como esse. Outra dica é fazer a retirada em menos tempo nas primeiras vezes, para esvaziar o copinho antes que o conteúdo vaze e entender a frequência que será mais adequada para você.

Se necessário, utilize um absorvente comum no dia do teste, para evitar sujar a roupa caso ocorra algum vazamento. Após o uso, basta retirar, lavar e armazenar o coletor conforme as orientações. 

 

Consultoria: dra. Juliana Pierobon, ginecologista da clínica Altacasa.

Sobre o autor: Maiara Ribeiro

Maiara Ribeiro é jornalista, repórter do Portal Drauzio Varella e interessada em temas relacionados a saúde da mulher e deficiências na infância.