Drogas Lícitas e Ilícitas

Quanto tempo leva para o coração se recuperar do cigarro?

Mãos quebrando um cigarro ao meio.

Cigarro e coração: tabagismo causa muitos efeitos negativos ao órgão, mas nem todos os prejuízos são impossíveis de reverter.

 

Que parar de fumar é uma tarefa difícil a gente já sabe. Mas quem pensa que logo depois de largar o vício o corpo já estará livre dos problemas causados pelo fumo, está muito enganado, assim como quem acha que todos os danos serão irreversíveis. Nem tanto ao céu, nem tanto ao mar: Estudos indicam que os benefícios para o coração aparecem entre dez e 15 anos depois de deixar o cigarro.

 

Veja também: Dicas para parar de fumar

 

No Congresso da Sociedade Europeia de Cardiologia, que ocorreu entre os dias 29 de agosto e 2 de setembro de 2015, em Londres, o doutor Dimitrios Terentes-Printzios, da Universidade de Atenas, na Grécia, apresentou os resultados de uma pesquisa que acompanhou 150 fumantes, estimando as relações entre o abandono do vício e a capacidade que o coração tem de compensar os efeitos deletérios do cigarro. “As pessoas acham que se elas pararem de fumar hoje, seu coração já estará batendo normalmente amanhã. No entanto, há um tempo para que isso ocorra. É preciso esperar e ser paciente, não voltar a fumar e também cuidar de outros fatores de risco após abandonar o vício. Depois de dez ou quinze anos a pessoa obterá os benefícios”, conclui. Entre as vantagens que parar de fumar traz ao coração estão a diminuição do risco de infarto e de desenvolver doença cardíaca.

 

Idade e quantidade

 

Segundo o pesquisador, não há dados que comprovem uma relação direta entre a idade com que se para de fumar e a quantidade de tempo que o organismo leva para se recuperar dos danos causados pelo cigarro. No entanto, ele acredita que quanto antes a decisão for tomada, maiores serão as chances de a recuperação ocorrer mais depressa. “Se você para com 30 ou 40 anos em vez de com 60 anos, por exemplo, então o seu coração não estará tão ‘rígido’, e provavelmente você experimentará mais cedo os benefícios [de largar o cigarro].”

Do mesmo modo, a pesquisa também não mostrou resultados diferentes para quem fuma socialmente e para quem fuma com regularidade. Não importa a quantidade de cigarros que se  fuma, o tempo para alcançar os benefícios de parar de fumar é o mesmo. “O importante é manter-se firmemente no objetivo de parar.”

Sobre o autor: Juliana Conte

Juliana Conte é jornalista, repórter do Portal Drauzio Varella desde 2012. Interessa-se por questões relacionadas a manejo de dores, atividade física e alimentação saudável.

Leia mais