Drauzio

Risco de alcoolismo | Artigo

Medicamentos para o alcoolismo | Artigo

O consumo de um drinque por dia parece reduzir o risco de ataques cardíacos. O efeito protetor do álcool está ligado à sua capacidade de induzir aumento da fração protetora (HDL) do colesterol. Contudo, a partir de uma determinada quantidade, existe risco de alcoolismo. 

 

O consumo de um drinque por dia parece reduzir o risco de ataques cardíacos. Um drinque quer dizer: 180 mL de vinho, 360 mL de cerveja ou 45 mL de bebida destilada. O efeito protetor do álcool está ligado à sua capacidade de induzir aumento da fração protetora (HDL) do colesterol.

Alguns estudos sugerem que o vinho tinto é particularmente mais eficaz na proteção, devido à presença de substâncias antioxidantes e anticoagulantes na casca da uva rosada.

 

Veja também: Tratamento do alcoolismo

 

Infelizmente, o consumo de doses mais altas de álcool está ligado à hipertensão arterial e ao aumento da frequência de problemas cardíacos. Além disso, o álcool é de uso compulsivo para uma parcela significante da população, e está associado a muitos problemas de saúde. A dependência que ele provoca é considerada o protótipo da doença crônica, como diabetes ou artrite reumática, caracterizada por um padrão intermitente de recidivas e remissões.

A diferença entre os que bebem moderadamente e os que correm risco de desenvolver alcoolismo é muitas vezes sutil. De acordo com o NIAAA (National Institute on Alcohol Abuse and Alcoholism), os critérios para separar os dois grupos são os seguintes:

 

Uso moderado

 

  • Homens: até dois drinques por dia;
  • Mulheres: até um drinque por dia;
  • Acima de 65 anos (homens e mulheres): até um drinque por dia.

 

Risco de alcoolismo

 

  • Homens: mais do que 14 drinques por semana ou mais do que 4 drinques por ocasião;
  • Mulheres: mais do que 7 drinques por semana ou mais do que 3 drinques por ocasião.

Sobre o autor: Drauzio Varella

Drauzio Varella é médico cancerologista e escritor. Foi um dos pioneiros no tratamento da aids no Brasil. Entre seus livros de maior sucesso estão Estação Carandiru, Por um Fio e O Médico Doente.

Leia mais