Coronavírus

Medidas de higiene que ajudam a prevenir a disseminação do novo coronavírus

Close em mãos da mulher passando álcool em gel. Veja as medidas de higiene para prevenir o coronavírus

Veja quais medidas de higiene adotar para evitar que o novo coronavírus se dissemine rapidamente.

 

O novo coronavírus (Sars-Cov-2), que causa a Covid-19, já está circulando no Brasil. Para não sobrecarregarmos os sistemas de saúde público e privado, é preciso evitar que muitas pessoas contraiam o vírus ao mesmo tempo. Se muita gente precisar de atendimento hospitalar de uma só vez, não teremos infraestrutura para atender todos os casos graves, que são minoria, mas podem representar um grande número de pacientes quando a proporção é aplicada à nossa população.

Veja também: Especial sobre o novo coronavírus

Assim, para evitar o contágio, siga as orientações de higiene do Ministério da Saúde:

  • Adote medidas básicas de higiene, como lavar bem as mãos (dedos, unhas, punho, palma e dorso) com água e sabão e, de preferência, utilizar toalhas de papel para secá-las. Além do sabão, outro produto indicado para higienizar as mãos é o álcool gel, que também serve para limpar objetos como telefones, teclados, cadeiras, maçanetas etc;
  • Utilize produtos usuais para a limpeza doméstica, dando preferência para o uso da água sanitária (em uma solução de uma parte de água sanitária para 9 partes de água) para desinfetar superfícies (veja aqui como limpar);
  • Use lenço descartável para sua higiene nasal. Deve-se cobrir o nariz e a boca com um lenço de papel quando espirrar ou tossir e jogá-lo no lixo;
  • Caso não tenha lenço de papel disponível ao tossir e espirrar, use o braço dobrado (e não as mãos) para cobrir o nariz e a boca.
  • Evite tocar olhos, nariz e boca sem que as mãos estejam limpas;
  • Utilize detergentes próprios para a higienização das louças e roupas. É importante separar roupas e roupas de cama de pessoas infectadas para que seja feita a higienização à parte. Caso não haja a possibilidade de fazer a lavagem dessas roupas imediatamente, a recomendação é que elas sejam armazenadas em sacos de lixo plástico até que seja possível lavar;
  • Deixe as máscaras faciais descartáveis para profissionais da saúde, cuidadores de idosos, mães que estão amamentando, pessoas diagnosticadas com o coronavírus ou aquelas que estejam com sintomas compatíveis com os da doença;
  • Também é importante comprar antecipadamente e ter em suas residências medicamentos para dor e redução da febre (como paracetamol), controle da tosse (como xaropes e pastilhas), além de medicamentos de uso contínuo. Mas não compre de forma exagerada para que todos tenham acesso às formas de alívio dos sintomas.

Sobre o autor: Mariana Varella

Mariana Varella é editora do Portal Drauzio Varella. Formada em Ciências Sociais pela USP, atua na área de jornalismo de saúde, com foco em saúde da mulher. @marivarella

Leia mais