Coronavírus

Covid-19 | Perguntas e respostas

Veja nosso perguntas e respostas obre o novo coronavírus.

Veja aqui todas as respostas para as perguntas mais frequentes sobre a covid-19. Se sua dúvida não estiver aqui, mande pra gente nas nossas redes.

 

1)INFORMAÇÕES BÁSICAS

perg: Peguei uma vez. Estou imune?

resp: Até o momento, médicos e cientistas não sabem se uma vez infectado o indivíduo ganha imunidade. A experiência mostra que pode ocorrer, mas são eventos muito raros. Para saber mais detalhes, acesse: Peguei coronavírus uma vez. Estou imune? 

perg: Existe risco de morte?

resp: Infelizmente, sim. A taxa de mortalidade geral fica em torno de 3%, mas aumenta conforme a faixa etária avança. Nas crianças e nos jovens, o número de mortes não chega a 1%. Em idosos com mais de 70 anos, as mortes chegam a 8%, e nos idosos com mais de 80 anos esse número sobe para quase 15%. A presença de doenças crônicas e condições que afetem o sistema imunológico aumentam o risco. Para saber mais detalhes, acesse: Coronavírus: quando devo ir ao pronto-socorro? 

perg: Qual o risco à população?

resp: Em geral, a infecção provoca sintomas leves na maioria das pessoas. O problema é que ele é altamente contagioso. Assim, se muitas pessoas pegarem, o número de casos graves aumenta junto e podemos ter sobrecarga dos sistemas de saúde. Ainda não se sabe ao certo se o novo coronavírus pode trazer complicações ou sequelas a longo prazo. Para saber mais detalhes, acesse: Quem é mais vulnerável a complicações do coronavírus? 

perg: O novo coronavírus é o mesmo que os vírus Sars ou Mers?

resp: Não. Os coronavírus pertencem a uma grande família de vírus, que podem circular tanto entre pessoas como entre animais, incluindo camelos, gatos, morcegos e até répteis. O coronavírus identificado em 2019 não é o mesmo coronavírus que provoca a Síndrome Respiratória do Oriente Médio (Mers) ou a Síndrome Respiratória Aguda Grave (Sars). Para saber mais detalhes, acesse: Como diferenciar a gripe comum do coronavírus?

perg: O que é covid-19?

resp: A palavra coronavírus refere-se ao grupo ao qual o vírus pertence. O vírus em si foi designado como Sars-CoV-2 pelo Comitê Internacional de Taxonomia de Vírus. O nome é uma sigla para Severe Acute Respiratory Syndrome CoronaVirus 2 (síndrome respiratório aguda grave por coronavírus 2, em inglês). Já covid-19 é o nome dado à doença que esse vírus causa. Esse nome vem de “COrona”, “VIrus” e “Disease” (doença), e 2019 representa o ano em que ela surgiu (o surto foi relatado à Organização Mundial da Saúde em 31 de dezembro). Para saber mais detalhes, acesse: Quem é mais vulnerável a complicações do coronavírus?

perg: Quando este novo coronavírus foi identificado?

resp: O novo coronavírus foi identificado após a notificação de casos de pneumonia de causa desconhecida entre dezembro/2019 e janeiro/2020, diagnosticados inicialmente na cidade chinesa de Wuhan, capital da província de Hubei.  Para saber mais, acesse: Novo coronavírus: o que já sabemos?

perg: O que é o novo coronavírus?

resp: Os coronavírus são um grupo de vírus que causam infecções respiratórias em seres humanos e em animais. Geralmente, as doenças são leves a moderadas, semelhantes a um resfriado comum. Já o novo coronavírus (Sars-CoV-2) é um tipo não identificado previamente que foi detectado em humanos pela primeira vez na cidade de Wuhan, na província de Hubei, na China, no fim de 2019. Para saber mais detalhes, acesse: Qual o tratamento para o coronavírus? 

2) PREVENÇÃO

perg: Quanto usar de água sanitária para desinfecção?

resp: O recomendado pela Organização Mundial da Saúde e pela Anvisa é uma solução de 250 mL de água sanitária para cada litro de água quando for limpar superfícies e objetos. Veja aqui mais detalhes sobre essa higienização . A transmissão da covid-19 via alimentação não é uma preocupação; por isso, a medida de diluição se mantém a de sempre. Deixe frutas, verduras e legumes de molho por 10 minutos em uma solução de uma colher de sopa (15 mL) de água sanitária para cada litro de água. Depois, lave em água corrente.

perg: O que é distanciamento social?

resp: O distanciamento social é uma medida recomendada para evitar tanto pegar como transmitir o vírus. Sempre que você precisar sair de casa, procure manter pelo menos uma distância de 2 metros de outras pessoas. Se não for possível, fique alerta para não levar as mãos ao rosto até que consiga um lugar para lavá-las adequadamente. Se você estiver assintomático, use máscaras improvisadas para diminuir o risco de transmitir.

perg: Quais as principais medidas de higiene contra o novo coronavírus?

resp: A principal via de transmissão da covid-19 é por contato com secreções contaminadas. Assim, as principais medidas para conter a epidemia são:
– Evitar contato social;
Lavar bem e frequentemente as mãos;
Desinfetar superfícies e objetos de uso comum;
– Cobrir a boca com lenço ou antebraço ao espirrar ou tossir. Para saber mais detalhes, acesse: Medidas de higiene para prevenir a covid-19 

perg: A vacina da gripe ajuda a prevenir o novo coronavírus?

resp: Não, mas é importante se vacinar contra a gripe, principalmente idosos e outros grupos de risco. A pessoa que se vacinar vai saber que, se apresentar sintomas, o risco de ser covid-19 é maior, já que contra gripe ela estará imunizada. A vacina também evita que, caso a pessoa pegue gripe, ela precise ir a um pronto-socorro, onde o risco de contaminação pelo novo coronavírus é maior. Para saber mais detalhes, acesse: Vacina da gripe ajuda contra o novo coronavírus?

perg: Existe vacina contra o coronavírus?

resp: Não. Pesquisas estão sendo feitas, mas até o momento não há nenhum tipo de imunização para a doença. Para saber mais detalhes, acesse: Existem hábitos de vida que ajudam a prevenir o coronavírus 

perg: Por que os governos estão decretando isolamento?

resp: Como o novo coronavírus é transmitido muito facilmente, o isolamento é uma forma de diminuir o risco de os casos aumentarem expressivamente de uma só vez, superlotando os sistemas de saúde. É o que chamam de “reduzir a curva” da epidemia. Quanto menos pessoas se infectarem ao mesmo tempo, maior a chance de curá-las sem complicações decorrentes da falta de atendimento. Para saber mais detalhes, acesse: Quem deve ficar em isolamento por conta do coronavírus?

perg: Quem deve permanecer isolado?

resp: O isolamento depende de ordem médica e deve ser feito por cerca de 14 dias. Casos suspeitos, confirmados e prováveis entram na recomendação (veja no link abaixo a definição de cada caso). Além disso, no dia 13/03/2020 o Ministério da Saúde incluiu todos os viajantes internacionais na lista de pessoas que devem ficar isoladas, independentemente do país de onde vieram. Ao retornarem, eles precisam permanecer em casa por no mínimo 7 dias. Se apresentarem febre com tosse e falta de ar, a recomendação é procurar a unidade de saúde mais próxima. Para saber mais, acesse: Quem devem ficar em isolamento por conta do novo coronavírus? 

perg: Preciso usar máscara?

resp: As máscaras faciais descartáveis devem ser utilizadas por profissionais da saúde, cuidadores de idosos, mães que estão amamentando, pacientes imunodeprimidos e pessoas com sintomas de covid-19 ou diagnosticadas com a infecção. Se você não está nessas condições, deixe as máscaras profissionais para esse grupo e improvise um acessório com tecido (como cachecóis ou lenços). Ele não protege contra a infecção, mas diminui o risco de pessoas assintomáticas transmitirem. Veja aqui como fazer a sua. Para saber mais detalhes, acesse: Coronavírus e máscara: Quando usar

perg: Álcool gel funciona?

resp: Sim, o álcool gel 70% é suficiente para combater micro-organismos, entre eles o novo coronavírus. Para saber mais, acesse: Álcool gel ajuda a prevenir o novo coronavírus?

perg: Qual o jeito correto de lavar as mãos?

resp: Assista aqui ao vídeo em que o dr. Drauzio ensina a maneira correta de lavar as mãos. Para saber mais detalhes, acesse: Como lavar as mãos corretamente. 

perg: Lavar as mãos previne o novo coronavírus?

resp: Sim. Lavar as mãos é uma das principais medidas para evitar o contágio. Para saber mais detalhes, acesse: Vídeo sobre como lavar as mãos

3) TRANSMISSÃO

perg: Máscaras de tecido funcionam?

resp: Como ajudam a evitar a dispersão de gotículas que podem conter o vírus, as máscaras de tecido só diminuem o risco de transmitir a doença, não de pegar. Assista à live para saber informações atualizadas sobre o uso de máscara. 

perg: Quanto tempo o novo coronavírus sobrevive em superfícies

resp: O tempo que o novo coronavírus sobrevive em superfícies depende muito do material da superfície. Segundo a Escola de Medicina de Harvard, estudos encontraram que o novo coronavírus (SARS-CoV-2) sobrevive por até 24 horas em papelão e de dois a três dias em plásticos e aço. Os pesquisadores também encontraram indícios de que os vírus podem ficar em suspensão no ar por até três horas, embora normalmente eles devam cair no chão antes disso. Mas estudos ainda estnao sendo feitos, pois além do material, outros fatores contam, como temperatura, umidade etc.

perg: Os coronavírus podem ser transmitidos de animais para humanos?

resp: Sim. Investigações detalhadas descobriram que o SARS-CoV foi transmitido de civetas (gatos selvagens) para humanos na China, em 2002, e o MERS-CoV de dromedários para humanos na Arábia Saudita, em 2012. Porém, na maioria das vezes eles infectam apenas uma espécie ou algumas espécies intimamente relacionadas, como morcegos, aves, porcos, macacos, gatos, cães, roedores, entre outros.

perg: Posso pegar o vírus tocando em algo que tem o vírus?

resp: Sim, o vírus pode sobreviver em superfícies e objetos como mesas, maçanetas, celulares e barras de transporte público. Se você tocar em um lugar contaminado e levar a mão aos olhos, nariz ou boca, pode ser infectado. Para saber mais detalhes, acesse: Medidas de higiene que ajudam a prevenir a disseminação do novo coronavírus  e Como limpar superfícies e objetos 

perg: Como o coronavírus é transmitido?

resp: As investigações sobre a transmissão do novo coronavírus ainda estão em andamento, mas a disseminação de pessoa para pessoa é, até onde se sabe, semelhante à das gripes e resfriados: por meio das gotículas e secreções expelidas por tosse e espirro. Para saber mais detalhes, acesse: Como lavar as mãos corretamente? 

4) SINTOMAS

perg: Covid-19 pode provocar perda de olfato e paladar

resp: Sim. Muitos pacientes que testaram positivo para o novo coronavírus têm relatado perda de olfato e paladar. Esses sintomas podem surgir junto com outros sintomas da covid-19, como febre, tosse e cansaço, mas também podem aparecer isoladamente e, por isso, servem como sinal de alerta. Geralmente, esses pacientes recuperam totalmente os sentidos após a o término da doença, mas isso pode levar algumas semanas, mesmo após o fim dos outros sintomas.

perg: É possível sentir falta de ar sem outros sintomas?

resp: Muito difícil. A falta de ar é decorrente de uma inflamação dos pulmões, portanto, é muito difícil ela aparecer sem que haja outros sintomas respiratórios, como tosse. Veja também quanto tempo demora para aparecerem os sintomas da covid-19.

perg: Por que devo atentar para a falta de ar?

resp: Porque esse é o principal sinal que marca a possibilidade de o quadro clínico evoluir para uma forma mais grave da doença. Nesse caso, procure atenção médica imediatamente. Saiba mais como diferenciar a falta de ar do coronavírus. 

perg: Quais os sintomas?

resp: Há pessoas infectadas que não manifestam nenhum sintoma. Quando eles aparecem, são principalmente respiratórios, semelhantes aos de um resfriado, ou seja: tosse, espirros e coriza. Também pode haver sintomas mais parecidos com os da gripe, como dor de cabeça, dor no corpo, fadiga, febre e diarreia. Se houver dificuldade para respirar, é a hora de procurar assistência médica. Para saber mais detalhe, acesse: Quanto tempo demora para aparecerem os sintomas do novo coronavírus?

perg: Quanto demora para aparecerem sintomas?

resp: O “período de incubação” se refere ao tempo entre a infecção e o início dos sintomas da doença. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), no caso da covid-19 esse intervalo varia de 1 a 14 dias, geralmente ficando em torno de 5 dias. Para saber mais detalhes, acesse: Quanto tempo demora para aparecerem os sintomas do novo coronavírus

5) DIAGNÓSTICO

perg: Como são feitas as notificações ao Ministério da Saúde?

resp: As notificações de casos suspeitos para o Ministério da Saúde são feitas automaticamente pelos estados desde 17/03/2020. Antes, as notificações passavam por uma análise prévia para saber se 0s casos se enquadravam nos critérios clínicos estabelecidos pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

perg: Quando devo ir ao pronto-socorro?

resp: A recomendação é procurar um pronto-socorro somente se você tiver uma piora dos sintomas após o quarto dia ou surgir falta de ar. Para saber mais detalhes, acesse: Coronavírus: quando devo ir ao pronto-socorro? 

perg: Quem deve ser testado para o novo coronavírus?

resp: Somente um médico pode avaliar com precisão, mas em geral só devem ser testadas as pessoas que apresentarem sintomas mais intensos, como dificuldade para respirar, febre muito alta (a partir de 39°C) e mal-estar excessivo. Além disso, profissionais de saúde, que estão sob alto risco e não podem deixar de atender os pacientes, também devem ser testados em caso de sintomas. Para saber mais detalhes, acesse: Devo me testar para o novo coronavírus?

perg: Como é feita a confirmação do diagnóstico do novo coronavírus?

resp: São coletadas secreções respiratórias das narinas e da garganta, com o auxílio de um coletor semelhante ao cotonete, que são submetidas a exames laboratoriais realizados por biologia molecular que visam identificar a presença de material genético do vírus. Para saber mais detalhes, acesse: Devo me testar para o coronavírus? 

6) TRATAMENTO

perg: Cloroquina funciona contra a covid-19?

resp: Ainda não há evidências de que a cloroquina ou a variante hidroxicloroquina tenha efeito contra a covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus. Não compre, pois esses medicamentos são importantes para várias condições reumatológicas e dermatológicas que exigem tratamento contínuo.

perg: Além dos medicamentos, o que posso fazer para controlar os sintomas?

resp: Beber bastante água auxilia no controle da febre. Banhos quentes e umidificadores de ar podem ser utilizados no quarto para ajudar a diminuir a dor de garganta e a tosse. Para saber mais, acesse: Qual o tratamento para o coronavírus?

perg: Qual o tratamento para covid-19?

resp: O tratamento busca aliviar os sintomas. Antitérmicos para o controle da febre e analgésicos, como paracetamol e dipirona, para controlar as dores. Para saber mais detalhes, acesse: Qual o tratamento para coronavírus?

perg: Ibuprofeno pode ser prejudicial?

resp: Embora não haja evidência científica definitiva nesse sentido, pode ser uma forma de precaução substituí-lo por analgésicos como dipirona e paracetamol. Agora, se você toma como parte de um tratamento contínuo, é necessário consultar seu médico. Para saber mais detalhes, acesse: Ibuprofeno é prejudicial para quem tem coronavírus? 

7) GRUPOS DE RISCO

perg: Grávidas e puérperas estão no grupo de risco?

resp: O Ministério da Saúde anunciou na semana do dia 13/04/2020 que grávidas e puérperas (que tiveram filhos nos últimos 45 dias) fazem parte do grupo de risco que tem maior risco de sofrer complicações da covid-19, provocada pelo novo coronavírus. Caso esteja grávida ou em fase de amamentação, atente aos seguintes cuidados:
– Continue seguindo sua rotina de acompanhamento médico;
– Utilize máscara de tecido ou descartável se precisar sair de casa;
– Vacine-se contra a gripe;
– Mantenha a rotina de amamentação;
Lave sempre as mãos com álcool gel ou água e sabão, principalmente antes de tocar seu bebê, e mantenha superfícies e objetos limpos e desinfetados;
– Evite receber visitas neste momento;
– Se tiver febre, tosse ou dificuldade para respirar, procure assistência médica imediatamente.

perg: Tenho falta de ar por conta de uma doença respiratória. Como diferenciar?

resp: O primeiro passo é tentar notar se esse episódio de falta de ar é semelhante ao de episódios anteriores. Um paciente com asma provavelmente conhece as características de suas crises e saberá notar algo diferente. Além disso, preste muita atenção aos sintomas associados. Em geral, além de falta de ar a covid-19 provoca sintomas gripais, como tosse seca , coriza e febre. Já a asma  , por exemplo, não costuma causar febre. É preciso observar essas diferenças. Se elas existirem e você estiver em dúvida, busque atendimento médico imediatamente. Para saber mais detalhes, acesse: Tenho uma condição que provoca falta de ar. Como diferenciá-la da Covid-19? 

perg: Pessoas com asma têm maior risco de complicações?

resp: Pacientes com asma e outras condições respiratórias têm maior risco de desenvolver complicações. Quem tem asma deve seguir o tratamento da doença normalmente para mantê-la controlada e reduzir o risco de expor seu trato respiratório a uma infecção grave. O Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês) recomenda que pacientes com asma criem um suprimento de emergência dos remédios prescritos para cerca de um mês e evitem os gatilhos que disparam as crises. Para saber mais detalhes, acesse: Coronavírus: Pessoas com asma têm maior risco de complicações? 

perg: Como proteger as pessoas que fazem parte desses grupos?

resp: Mantenha essas pessoas isoladas, com contato social muito restrito. Se possível, reserve utensílios e objetos para que só elas usem. Lave as mão, evite aglomerações, cumprimente as pessoas de longe, evitando tocá-las, e limpe com água e detergente superfícies e objetos que são tocados com frequência, como mesas, maçanetas e celulares. Para saber mais detalhes, acesse: Como proteger os mais vulneráveis do novo coronavírus?

perg: Para pacientes com doenças reumáticas que fazem uso de biológico/imunossupressor ou corticoide, é necessário suspender?

resp: Os pacientes que fazem uso de medicações imunossupressoras e/ou imunobiológicas (por exemplo: azatioprina, micofenolato, ciclofosfamida, infliximabe, rituximabe e prednisona acima de 20mg ao dia) devem procurar assistência médica para avaliar a necessidade de suspender temporariamente essas medicações. Para saber mais detalhes, acesse: Como proteger os mais vulneráveis do novo coronavírus?

perg: Quem é considerado grupo de risco?

resp: Idosos, pessoas com doenças crônicas (diabetes, pressão alta, asma etc.) e pessoas com imunidade baixa (imunossuprimidas, em tratamento quimioterápico, transplantados etc.). Para saber mais detalhes, acesse: Quem é mais vulnerável a complicações do coronavírus?

8) VIAJANTES

perg: Tenho viagem marcada. Devo ir?

resp: O Ministério da Saúde recomenda que viagens ao exterior só sejam realizadas em casos de extrema necessidade. Apesar de não haver nenhuma restrição para viagens nacionais (domésticas), a orientação neste momento (24/03/20) é que todos que tenham possibilidade de ficar em casa, que fiquem. Para quem tem viagens não essenciais marcadas, o ideal é remarcar ou cancelar. Para saber mais detalhes: Devo evitar viagens de avião por causa do coronavírus? 

perg: Voltei de viagem e não tenho sintomas. O que devo fazer?

resp: Não existe recomendação específica nesse caso, mas recomenda-se o isolamento de maneira geral neste momento. Vale lembrar que os primeiros sintomas costumam aparecer entre 5 e 11 dias após o contato com o vírus, podendo surgir até 14 dias depois. Portanto, preste atenção ao seu estado de saúde por pelo menos esse período. Para saber mais detalhes, acesse: Voltei de viagem internacional; o que devo fazer? 

perg: Voltei de viagem e tenho alguns sintomas. O que devo fazer?

resp: O indicado é o isolamento domiciliar ou hospitalar durante 14 dias, controlando o desconforto com medicamentos. Se um dos sintomas apresentados for a dificuldade para respirar, procure assistência médica para uma avaliação mais detalhada. Para saber mais detalhes, acesse: Voltei de viagem internacional; o que devo fazer?

9) GESTANTES E CRIANÇAS

perg: Existem cuidados especiais com crianças?

resp: Em crianças a covid-19 tem se mostrado de forma mais branda. Os cuidados de prevenção são os mesmos que para os adultos com algumas adaptações, visto que é mais difícil controlar o quanto as crianças tocam o rosto, por exemplo. Para saber esses detalhes de cuidados específicos, acesse: Cuidados com crianças para evitar o novo coronavírus

perg: Uma mulher lactante que tenha sido infectada pelo novo coronavírus pode continuar amamentando?

resp: Até o momento desta publicação (19/3/20), a Organização Mundial da Saúde (OMS) orienta manter a amamentação por falta de evidências que comprovem que o leite materno possa disseminar o novo coronavírus. Para saber mais detalhes, acesse: Grávidas e coronavírus: Qual o risco?

Logo Portal Drauzio Varella 2018
A equipe do Portal Drauzio Varella é formada por jornalistas especializados em Saúde comprometidos com informações baseadas na Ciência e guiados para democratizar conhecimento.

Leia mais