Vídeos

Interação medicamentosa em 4 perguntas | Leandro Paez

Thumbnail com o farmacêutico Leandro Paez, que respondeu a dúvidas sobre interação medicamentosa.

Tomar medicamentos faz parte do cotidiano da maioria das pessoas, mas muita gente pode cometer erros que prejudicam a eficácia do tratamento sem se dar conta. Entenda a interação medicamentosa em 4 perguntas.

 

Alguns medicamentos não devem ser ingeridos com determinadas substâncias comuns do dia a dia, como o cálcio, para que seu efeito não seja alterado. O farmacêutico Leandro Paez orienta sobre as principais interações medicamentosas.

Este conteúdo faz parte de uma parceria entre o Portal Drauzio Varella e o Grupo DPSP.

 

O que são interações medicamentosas?

Elas ocorrem quando um indivíduo faz uso de mais de um medicamento ou de um medicamento com mais de uma substância. As interações podem ser do tipo medicamento-medicamento (substâncias medicamentosas interagindo) e medicamento-alimento (substâncias contidas no alimento interagem com as do medicamento).

Quando ocorrem as interações medicamentosas, alguns efeitos negativos podem acontecer, como redução, aumento ou inativação total do efeito do medicamento.

 

Que substâncias podem interferir na ação de um medicamento?

São diversas as substâncias, entre elas outras substâncias medicamentosas, inclusive aquelas isentas de prescrição médica.

Alguns exemplos são os medicamentos fitoterápicos, homeopáticos, bebidas (principalmente as alcoólicas), leite (por conter cálcio), café (que contém cafeína), suplementos vitamínicos ou minerais e tabaco.

 

Veja também: Dr. Drauzio comenta sobre a combinação medicamentos x álcool

 

Existe interação medicamentosa benéfica?

Existem interações que são benéficas. Não é à toa que os laboratórios apresentam medicamentos com mais de uma substância reunidas em um único comprimido. Por exemplo, o ácido clavulânico junto da amoxicilina enfraquece os microorganismos para uma ação mais positiva do antibiótico.

 

Anticoncepcionais podem ter o efeito comprometido por outros medicamentos?

Sim, podem. Alguns antibióticos, antiretrovirais, anticonvulsivantes e antiepiléticos podem inativar total ou parcialmente o efeito do anticoncepcional. Alguns fitoterápicos e calmantes naturais também podem prejudicar sua ação.

Sempre que for utilizar um medicamento paralelamente ao anticoncepcional é necessário consultar o médico e o farmacêutico.

 

Assista abaixo ao vídeo completo