Em outubro de 2012, Malala sofreu um atentado por sua atuação contra as mazelas sociais e a opressão do Talebã.