Durante muito tempo, o tratamento do câncer de próstata se limitava à retirada dos testículos, para bloquear a produção de testosterona. Esta conduta mudou a partir de 1990.