Por que antecipar a segunda dose da vacina contra covid? | Coronavírus

A variante Delta tem aumentado o número de casos, internações e até óbitos por covid-19. Para freá-la, vale considerar a antecipação da segunda dose da vacina.

Drauzio Varella

Drauzio Varella é médico cancerologista e escritor. Foi um dos pioneiros no tratamento da aids no Brasil. Entre seus livros de maior sucesso estão Estação Carandiru, Por um Fio e O Médico Doente.

Compartilhar

A variante Delta tem aumentado o número de casos, internações e até óbitos por covid-19. Para freá-la, vale considerar a antecipação da segunda dose da vacina.

 

Com um número insuficiente de vacinas para atender toda a população, o Brasil adotou intervalos mais longos entre as duas doses dos imunizantes: quatro semanas para Coronavac e 12 para Pfizer e Astrazeneca. No entanto, o surgimento da variante Delta levantou o debate sobre a antecipação da segunda dose. Isso porque a cepa é muito mais contagiosa e mais difícil de combater, exigindo o esquema vacinal completo o quanto antes. Assista ao vídeo e saiba mais.

Veja também: Por que a 3ª dose da vacina será necessária para alguns grupos? | Coronavírus

Veja mais