É importante não isolar o paciente de Alzheimer e mantê-lo integrado de acordo com suas preferências pessoais. O isolamento só prejudica o tratamento.

 

Quando a doença de Alzheimer é diagnosticada logo no início, é possível retardar o seu avanço e ter mais controle sobre os sintomas, proporcionando melhor qualidade de vida ao paciente e à família.