Qual a origem dos princípios ativos dos medicamentos (como são chamadas as moléculas que possuem efeito terapêutico) ?

 

No desenvolvimento de um novo medicamento, tudo começa com uma molécula. Atualmente, nosso conhecimento farmacêutico é bastante consolidado, então sabemos quais efeitos determinados grupos de moléculas têm no organismo.

 

Veja também: O que é um princípio ativo?

 

O que milhares de profissionais, empresas e universidades fazem no mundo é estudar formas de combinar, agregar ou modificar substâncias até obter um produto que atinja um determinado objetivo.

E de onde vêm essas moléculas? A origem dos princípios ativos é variada:

  • Minerais, como o ferro (usado para tratar anemias);
  • Vegetais, a exemplo do Ginkgo Vital, um medicamento fitoterápico produzido a partir do extrato da folha da árvore de Ginkgo Biloba e indicado para desordens relacionadas a deficiências no fluxo sanguíneo cerebral, como tontura;
  • Animais, como a insulina proveniente do porco que serviu por décadas para tratar diabetes em humanos (hoje a insulina é sintetizada);
  • Microbianas, como a penicilina e outros antibióticos originários de fungos;
  • Sintéticas, como sulfato de salbutamol (para asma e bronquite), tadalafila (para disfunção erétil) e ácido acetilsalicílico (para dor e inflamação).