Drauzio Varella

Angina

homem com mão no peito em sinal de angina

Frowning senior businessman clutches hand to chest

A angina é causada pelo estreitamento das artérias que conduzem o sangue ao coração e tem como sintomas grande desconforto e pressão no peito, com a dor mais intensa durante a atividade física. 

 

A angina (angina pectoris) é causada pelo estreitamento das artérias que conduzem sangue ao coração. A limitação da irrigação sanguínea provoca uma deficiência no suprimento de nutrientes e de oxigênio nesse órgão. A dor é sinal de que o coração está recebendo menos sangue do que precisa.

 

Sintomas

 

Dor intermitente ou grande desconforto e pressão no peito. Em geral, a dor torna-se mais intensa durante a atividade física e decresce durante o repouso. Alguns tipos de angina, entretanto, podem causar dor mesmo quando a pessoa está em repouso ou dormindo. É uma dor que pode irradiar-se pela mandíbula e pelos ombros ou braços (mais comumente pelo lado esquerdo do corpo).

A dor da angina pode ser agravada pelo estresse emocional, estômago cheio e exposição a baixas temperaturas.

 

Tratamento

 

Em geral, a angina é tratada com medicação específica. Existem situações, entretanto, que exigem procedimentos cirúrgicos como a implantação de pontes em artérias coronárias ou angioplastia, isto é, a introdução de um balão inflado nas artérias coronárias estreitadas por um ateroma a fim de expandi-las e desbloqueá-las.

 

Recomendações

 

Certos cuidados são de importância fundamental para a prevenção e controle da angina. Portanto, fique atento:

 

Veja também: Estilo de vida e coração

 

Importante

 

Todas as pessoas com crises de angina devem manter contato regular com o médico. A angina representa risco de vida em potencial e requer atendimento profissional urgente.

Sair da versão mobile