O cérebro humano controla praticamente todas as atividades do corpo: cada região é responsável por uma ou mais atividades. O cerebelo é responsável por 10% do volume total do encéfalo e contém cerca de metade dos neurônios do cérebro. Recebe impulsos de diversas partes do corpo e faz a conexão entre o tronco encefálico e o córtex cerebral.

Na divisão anatômica, o cerebelo se divide em três partes: hemisfério cerebelar direito, hemisfério cerebelar esquerdo e o vérmis, que liga as duas massas laterais.

Além de estabelecer o equilíbrio corporal, o cerebelo recebe o estímulo de músculos e tendões e tem a função de controlar as atividades motoras, mantendo o tônus muscular (estado semicontraído em que o músculo permanece para responder aos estímulos mais rapidamente). O cerebelo é essencial no desempenho dos movimentos voluntários e na aprendizagem motora, além de ter função essencial no tato, visão e audição.

Lesões que acometem  essa parte do cérebro – ocasionadas por falta de oxigenação, alcoolismo, entre outros – são dificilmente tratadas e revertidas e comprometem a movimentação (a precisão e rapidez dos movimentos deixam de ser eficientes), causando diminuição do tônus muscular, mudanças posturais, alteração da marcha, do equilíbrio, entre outras alterações.