Coronavírus

Vacina da gripe ajuda contra o coronavírus?

Enfermeira aplica vacina contra a gripe em idosa, indicada para evitar exposição ao novo cornavírus.

A vacina contra a gripe auxilia no atendimento e diagnóstico preciso do paciente com suspeita de infecção pelo novo coronavírus.

 

Ainda não existe uma vacina específica contra o novo coronavírus (SARS-CoV-2, que provoca a doença batizada de covid-19). Entretanto, o Ministério da Saúde reforça a importância de se vacinar contra a gripe comum. O objetivo é vacinar primeiramente os profissionais da saúde e os idosos, que possuem mais risco de complicações decorrentes do coronavírus.

A vacinação da população mais vulnerável auxilia no diagnóstico rápido e preciso contra o coronavírus. Como os sintomas das duas doenças são semelhantes, se o paciente com suspeitas chegar ao pronto-atendimento e tiver se vacinado contra gripe, médicos e enfermeiros poderão descartar a hipótese da doença e se concentrar na possibilidade de se tratar da Covid-19.

Veja também: Coronavírus: Quando ir ao pronto-socorro?

A vacina evita também que uma pessoa pegue gripe e precise ir receber atendimento em um pronto-socorro, local onde estará mais exposto ao risco de contrair o novo coronavírus. 

A campanha de vacinação para idosos com mais de 60 anos e profissionais de saúde começa dia 23/03/2020. A segunda fase, a partir de 16 de abril, será destinada a professores, profissionais de segurança e salvamento e pessoas com doenças crônicas, como diabetes, hipertensão e asma

As crianças com mais de seis meses e menos de 6 anos poderão receber a vacina a partir de 9 de maio. Nessa etapa, também poderão se vacinar pessoas com mais de 55 anos, gestantes, mulheres que fizeram parto nos últimos 45 dias, população indígena e pessoas com condições especiais. A vacinação vai até 23 de maio. Não perca a chance de se proteger: procure o posto de saúde mais próximo.

Sobre o autor: Rafael Machado

Rafael Machado é jornalista e repórter do Portal Drauzio Varella. Tem interesse nas editorias de saúde pública e direitos humanos.