Coronavírus

Devo me testar para o coronavírus?

enfermeira colhe teste coronavírus na boca de paciente

A recomendação para a realização do teste para coronavírus é somente para pacientes que apresentem sintomas e problemas respiratórios. Saiba mais.

 

Em meio ao aumento de número de casos registrados do novo coronavírus (chamado de Sars-Cov-2) no país, muitas pessoas que apresentam sintomas de mal-estar, tosse, coriza — típicos de um quadro gripal — ficam em dúvida se devem ir ao pronto-socorro para realizar o teste que detecta a doença. Médicos infectologistas orientam que esses pacientes fiquem em casa, no chamado isolamento social, e só procurem o hospital se estiverem com sinais de desconforto respiratório, como falta de ar e fôlego curto.

A Sociedade Brasileira de Patologia Clínica/Medicina Laboratorial emitiu nota no último domingo (15/03/2020) fazendo apelo aos médicos para que prescrevam o exame somente aos pacientes sintomáticos. Pacientes sem sintomas não devem realizar o procedimento, pois sobrecarrega o serviço de saúde e não traz benefícios aos indivíduos.

Veja também: Coronavírus — Verdades e mentiras

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) anunciou que o teste será coberto para os beneficiários de planos de saúde, mas será realizado somente nos casos em que houver indicação médica, de acordo com o protocolo e as diretrizes definidas e ajustadas pelo Ministério da Saúde.

Na rede pública de saúde do Estado de São Paulo, o coordenador do Centro de Contingência para coronavírus, David Uip, anunciou na última sexta-feira (13/03/2020) que os hospitais estaduais deixaram de fazer os testes em pacientes com sintomas brandos e que somente serão testados pacientes graves e com necessidade de internação, medida que possivelmente irá guiar a conduta nos demais Estados.

Sobre o autor: Juliana Conte

Juliana Conte é jornalista, repórter do Portal Drauzio Varella desde 2012. Interessa-se por questões relacionadas a manejo de dores, atividade física e alimentação saudável.

Leia mais