Checagens

Homeopatia previne doenças? | Checagem

vidro de remédio caído com pílulas sobre a mesa; Homeopatia não previne doenças

O uso de remédios homeopáticos tem sido recomendado na prevenção de doenças. Será que a homeopatia funciona? Veja a checagem da agência de checagem em notícias de saúde DROPS.

 

A medicina conhecida como alternativa recomenda a utilização de medicamentos homeopáticos para tratar doenças. No entanto, seu uso é controverso. Recentemente, uma matéria afirmou que a homeopatia pode prevenir doenças. Será verdade? DROPS checou.

QUEM DISSE? METRO JORNAL1

QUANDO DISSE? 02/10/2019

 O QUE DISSE? Homeopatia serve para prevenir e proteger o corpo”

CHECAGEM: INSUSTENTÁVEL

 

CONTEXTO

 

No dia 21 de novembro comemora-se o Dia da Homeopatia. Com a lembrança da data, inúmeras reportagens sobre o tema foram publicadas e compartilhadas pelas redes sociais, reacendendo uma discussão que desde 2018, com a incorporação de novos procedimentos oferecidos pelo SUS através da Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares (PNPIC)2, ganhou novo fôlego:a utilidade da denominada “medicina alternativa” para tratar e prevenir doenças.

Veja também: Artigo do dr. Drauzio sobre o efeito placebo

Nesse contexto, uma matéria publicada pelo jornal “METRO” afirma que Homeopatia serve para prevenir e proteger o corpo. Será? Nós da DROPS resolvemos checar o grau de veracidade da alegação.

 

CHECAGEM

 

Uma publicação do Ministério da Saúde3 descreve a homeopatia como um método terapêutico que tem três princípios fundamentais: a Lei dos Semelhantes; a experimentação no homem sadio; e o uso da ultradiluição de medicamentos. Nesse sistema, as substâncias disponíveis na natureza teriam potencial de curar os mesmos sintomas que produzem.

No Brasil, o Conselho Federal de Medicina (CFM)4 reconhece a homeopatia como alternativa de tratamento desde 1980. Já o governo brasileiro oferece o acesso a medicamentos e tratamentos homeopáticos em seu Sistema Único de Saúde (SUS)5 desde 2006, apesar de não deixar claro em seu site oficial se há comprovação da eficácia desse método.

O governo norte-americano, através do National Center for Complimentary and Integrative Health (NCCIH)6, reconhece que o tema da homeopatia é controverso. Em seu site, o órgão afirma que os principais preceitos da homeopatia não encontram respaldo na ciência e cita uma abrangente avaliação realizada pelo Conselho Nacional de Pesquisa Médica e Saúde do Governo australiano7 que concluiu que não há evidências científicas confiáveis da eficácia da homeopatia.

Complementando a posição do NCCIH, a agência americana de regulamentação de alimentos e medicamento, a FDA8 publicou uma declaração em 24/10/19 na qual afirma que os produtos homeopáticos comercializados nos EUA não passam por revisão da agência e podem não atender aos padrões modernos de segurança e eficácia.

Semelhante posição é adotada pelo governo inglês, que afirma através de seu departamento de saúde, o National Health Service (NHS)9, que “não há evidências de qualidade que comprovem que a homeopatia seja opção eficaz de tratamento para qualquer condição de saúde”. Para fundamentar sua posição, a autoridade britânica menciona um relatório do Comitê de Ciência e Tecnologia de seu Parlamento10, que conclui que a homeopatia não tem resultados melhores que placebos.

Recentemente, em julho de 2019, o governo francês, após 200 anos de apoio à homeopatia, decidiu bani-la gradualmente de seu serviço de saúde público. Sua justificativa para tal decisão é que medicamentos homeopáticos não demonstram eficácia nas condições para as quais existem dados disponíveis11.

Ao verificar a veracidade da frase publicada na reportagem do jornal “METRO”, a DROPS se ateve à busca por evidências científicas que suportem o uso da homeopatia e descartou opiniões baseadas em relatos pessoais ou situações históricas. O que encontramos na literatura científica é que até o momento, não há evidência plausível que comprove a eficácia de tratamento homeopáticos. Dessa forma, classificamos a afirmação “homeopatia serve para prevenir e proteger o corpo” como INSUSTENTÁVEL.

 

Referências

 

Acesso em 05/12/2019:

¹ https://www.metrojornal.com.br/personare/2019/11/16/homeopatia-prevenir-proteger-corpo-saude.html

² https://drauziovarella.uol.com.br/checagens/novas-terapias-complementares-e-integrativas-no-sus-checagem/

³ http://bvsms.saude.gov.br/bvs/folder/pnpic_homeopatia.pdf

⁴ https://portal.cfm.org.br/index.php?searchword=homeopatia&ordering=&searchphrase=all&option=com_search

⁵ http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/2006/prt0971_03_05_2006.html

⁶ https://nccih.nih.gov/health/homeopathy#hed2

⁷ https://www.nhmrc.gov.au/sites/default/files/images/nhmrc-information-paper-effectiveness-of-homeopathy.pdf

⁸ https://www.fda.gov/news-events/press-announcements/statement-agencys-efforts-protect-patients-potentially-harmful-drugs-sold-homeopathic-products

⁹ https://www.nhs.uk/conditions/homeopathy/

¹⁰ https://publications.parliament.uk/pa/cm200910/cmselect/cmsctech/45/4502.htm

¹¹ https://www.gouvernement.fr/deremboursement-des-medicaments-homeopathiques

Sobre o autor: Redação Drops

Drops é a primeira plataforma brasileira dedicada exclusivamente a checar o grau de veracidade de notícias sobre saúde veiculadas na imprensa e nas redes sociais, baseados no fact checking e na busca por evidências científicas em publicações indexadas e instituições de referência. Visite:
dropslab.org

Leia mais