A crença de que o café cura ressaca não é comprovada por evidências científicas, mas há efeitos da cafeína que podem ajudar na recuperação.

 

Depois de uma noite de bebedeira, quem nunca disse ou ouviu a famosa frase: “Tome um café puro e bem forte que melhora”. Mas, afinal, a ideia de que café cura ressaca tem fundamento? Segundo o hepatologista Raymundo Paraná, professor titular de hepatologia da Faculdade de Medicina da Universidade Federal da Bahia, não é possível afirmar que a bebida anula os efeitos do álcool.

Na verdade, como a cafeína é um estimulante, teoricamente ela pode diminuir a sensação de sonolência e dor de cabeça ocasionadas pela intoxicação alcoólica (ressaca), principalmente se a bebida for adoçada, pois o açúcar é fonte de energia.

 

Veja também: Pode entrar na água depois de comer?

 

Mas lembre-se: o fígado, responsável pelo metabolismo de todo álcool ingerido, consegue processar apenas uma quantidade limitada de álcool por hora. Então, os efeitos da ressaca podem demorar algumas horas para passar e o café não é capaz de acelerar o processo de metabolização do álcool.

Assim, em caso de consumo excessivo de álcool é fundamental ingerir bastante água e suco para manter-se hidratado.