Bico do peito machucado? Saiba como cuidar dos mamilos

Dificuldades com a amamentação e acidentes durante corridas podem deixar o bico do peito machucado. Veja como tratar.

Quando falamos em cuidados com os mamilos, logo pensamos em amamentação. Mas outras atividades e condições também podem exigir atenção redobrada com o bico do peito. Veja.

Compartilhar

Publicado em: 25/02/2023

Revisado em: 24/02/2023

Quando falamos em cuidados com os mamilos, logo pensamos em amamentação. Mas outras atividades e condições também podem exigir atenção redobrada com o bico do peito machucado. Veja.

 

Quando foi a última vez que você dedicou atenção aos seus mamilos? A região costuma ser deixada de lado, salvo nos períodos da gestação e amamentação. Pois saiba que, independentemente do seu gênero, é importante cuidar corretamente dessa área do corpo. Isso porque, a depender da anatomia geral dos mamilos e das atividades praticadas no dia a dia, eles podem sofrer com fricções, assaduras e dermatites.

Os cuidados recomendados para o dia a dia são básicos: fazer a higiene local durante o banho com sabonete não irritativo, evitando buchas e esfoliantes, e secar bem.

Fatores como tamanho e formato das mamas e dos mamilos também influenciam nos cuidados e na sensibilidade local. Quanto maiores e mais projetados, mais riscos de sofrerem com irritações e fricções. O período menstrual também é um momento de maior fragilidade, pois os mamilos ficam mais sensíveis nessa época do mês. 

Pessoas que já têm algum tipo de dermatite atópica (doença inflamatória crônica da pele, caracterizada por ressecamento intenso e episódios mais agudos de inflamação) ou de contato também precisam estar mais alertas com possíveis problemas. E não para por aí: até mesmo a época do ano importa para a saúde dos mamilos, pois o clima pode desencadear algumas condições específicas, como explica a dra.Rafaella Caruso, dermatologista do Hospital Santa Catarina, unidade Paulista.

“Nos climas mais frios e secos, os pacientes que já têm dermatite atópica podem apresentar eczemas (irritação) nos mamilos. Já no verão, o uso de biquínis e roupas de banho podem predispor a irritações, eczemas e infecções fúngicas.”

Para evitar os incômodos citados, a médica orienta.”Na época de inverno, a recomendação é redobrar a atenção com hidratação, pois o ressecamento é mais evidente. Também é interessante evitar banhos muito quentes, típicos dessa época. No verão, temporada de praia e piscina, é importante manter o local seco e limpo, além de evitar roupas úmidas por tempo prolongado.”

 

Bico do peito ressecado: como tratar?

Como dissemos, a região é sensível e influenciada por diversos fatores, desde roupas utilizadas até o clima. Como cuidar, então, de possíveis ressecamentos e rachaduras nos mamilos?

De acordo com a dermatologista, o ideal é utilizar cremes emolientes reparadores. Fórmulas à base de petrolato e lanolina também podem ser usadas, mas é preciso ter certeza de que não há alergia a nenhum desses ingredientes. 

Além disso, vale prestar atenção na hora de escolher blusas, tops e sutiãs. Prefira sempre os de algodão aos sintéticos, evite peças excessivamente apertadas e com detalhes ou costuras que causem atrito na região mamilar.

Veja também: Cuidados com a pele no verão: entenda por que eles são essenciais

 

Mamilos de corredor

Pessoas que praticam determinadas atividades físicas, principalmente corredores, podem sofrer com quadros de intensa irritação nos mamilos, devido ao atrito com a roupa. A condição pode afetar homens e mulheres, mas é possível preveni-la seguindo algumas dicas.

“Uma maneira de evitar isso é aplicar vaselina antes de praticar a atividade física. Se mesmo assim houver lesão, existem protetores específicos para essa área que podem auxiliar.”

Mas, caso o quadro persista, é preciso ligar o alerta e procurar um médico, pois o sintoma pode indicar outras complicações. 

“É importante ter atenção com irritações crônicas e persistentes, principalmente aquelas unilaterais. Existe um diagnóstico chamado doença de Paget mamária, um câncer de mama mais raro, que acomete especificamente os mamilos e se manifesta como uma irritação, vermelhidão e coceira. Por isso é importante consultar o médico para melhor avaliação em casos recorrentes”, ressalta a dermatologista.

 

Amamentação 

A gestação é uma fase de mudanças intensas, afinal, o organismo está se preparando para gerar uma nova vida. Os mamilos também são alvos de transformação, pois precisam estar adaptados para que o futuro bebê consiga se alimentar. Essas alterações hormonais são as responsáveis por garantir a lubrificação, elasticidade e resistência das aréolas e dos mamilos nesse período. 

Ou seja, o corpo se prepara sozinho. De acordo com a dra. Marcela Machado, ginecologista também do Hospital Santa Catarina – unidade Paulista, não há evidências científicas que apontem benefícios no uso de buchas, cosméticos ou exercícios de estímulos nos mamilos durante a gravidez. 

“Durante a amamentação, o mais importante é a pegada adequada e o correto posicionamento do bebê, prevenindo possíveis fissuras e promovendo a alimentação do lactente”, pontua a médica.

Já durante a lactação, é preciso ter alguns cuidados para garantir a boa saúde dos mamilos, evitar ferimentos e incômodos durante a amamentação:

  • Evitar umidade excessiva nos mamilos;
  • Lavar com água corrente;
  • Não utilizar sabonetes ou gel de banho durante a higiene;
  • Deixar secar ao ar naturalmente ou secar suavemente com uma toalha macia.

Parte dessa atenção deve ser mantida mesmo após o período de lactação, como o uso de sutiãs com sustentação adequada para evitar possíveis problemas osteomusculares.

Veja também: Principais dúvidas sobre amamentação

Veja mais

Sair da versão mobile