Manchas nas unhas podem ser sinal de problemas de saúde

As unhas demonstram a saúde do organismo; qualquer alteração nelas pode indicar algum tipo de problema de saúde que precisa ser investigado.


Equipe do Portal Drauzio Varella postou em Doenças e sintomas

Compartilhar

Publicado em: 17/11/2022

Revisado em: 18/12/2022

As unhas demonstram a saúde do organismo; qualquer alteração nelas pode indicar algum tipo de problema de saúde que precisa ser investigado.

 

Como está a saúde das suas unhas? Olhe pra elas agora. Como elas estão? Se suas unhas têm um aspecto esbranquiçado ou transparente, com a base rosada, elas estão saudáveis. Observou algo diferente disso ou algum tipo de mancha? É melhor ficar atento porque qualquer alteração no aspecto das unhas que não tenha sido causada por trauma ou lesão pode ser sinal de um problema de saúde. 

As unhas são compostas por queratina e têm a função de proteger as extremidades dos dedos das mãos e dos pés. Embora sejam placas de células mortas, elas são muito importantes: “Elas são um reflexo da nossa saúde. Isso acontece porque tem muitas doenças, tanto sistêmicas quanto da própria pele ou da unha mesmo, que podem acometê-las”, explica a dermatologista Juliana Toma. 

A médica afirma que uma unha saudável tem coloração rosada e consistência firme e fica bem colada ao leito ungueal, que é a área localizada abaixo das unhas das mãos e dos pés. Além disso, tem um crescimento saudável, de cerca de um milímetro por mês. 

Quando as unhas não têm essas características, é importante prestar atenção. Vale observar se elas estão amolecidas, quebradiças, se esfarelam, se descolam do leito ungueal, demoram a crescer, apresentam manchas ou depressões. Esses podem ser sinais de alterações no corpo. 

        Veja também: Onicomicose (micose de unha)

“Às vezes, a unha pode ficar com uns furinhos, chamados de ‘pitting’. Esses furinhos podem significar que a pessoa tem uma psoríase, um eczema ou uma dermatite. Também podem significar uma queda de cabelo, que chamamos de ‘alopecia areata’. Já a unha que fica em formato de colher, a qual chamamos de ‘coiloníquia’, pode ser normal em crianças, mas, às vezes, pode significar falta de ferro, anemia, algum problema na tireoide, algum problema no rim”, exemplifica.

Ou seja, uma anormalidade pode indicar uma variedade de problemas de saúde ou doenças. Por isso, a dermatologista recomenda procurar ajuda médica quando perceber alguma mudança no aspecto das unhas. 

“Existem várias alterações na unha que refletem problemas maiores no organismo. Sempre que você tiver alguma alteração na unha, seja na cor, como branca, amarela, verde, preta, escurecida; seja depressões puntiformes ou transversais; seja um descolamento da unha; seja unha quebradiça, você tem que procurar um médico para ele analisar e ver se você precisa fazer outros exames”, alerta.

        Veja também: Psoríase não é contagiosa

 

Mancha escura ou preta nas unhas

A dra. Juliana Toma fala que a tendência é que as pessoas procurem ajuda médica ao perceberem alguma mancha escura ou preta nas unhas. Ela afirma que nem toda mancha escurecida é sinal de doença grave, como um melanoma na unha, que é um tipo de câncer raro.

“Todas as manchas pretas nas unhas são preocupantes? Nem sempre. Micose, infecções, gravidez e alguns medicamentos também podem causar manchas escuras”, diz. 

        Veja também: Micoses de unha e de pele | Sylvia Ypiranga

 

Melanoma de unha

O melanoma de unha ou melanoma ungueal é um tipo de câncer raro que tem como um dos sintomas uma mancha escura na unha. Nem toda mancha escurecida é sinal desse tipo de câncer, mas é importante estar atento a algumas manifestações da doença. 

“O melanoma ungueal geralmente surge na sexta ou sétima década de vida, ou seja, a pessoa é mais idosa. Normalmente, existe mais risco de ser [melanoma] quando é uma única lesão, em um único dedo. E ele acomete com mais frequência primeiro o polegar da mão, depois os dedos hálux do pé (dedão) e em seguida o indicador da mão”, detalha a dermatologista.

A dra. Juliana Toma recomenda que se deve observar a espessura da mancha, se ela extravasa os limites da unha, “descendo” em direção à polpa do dedo ou “subindo” para região da cutícula. “Isso é um sinal muito importante de que talvez essa mancha possa ser um melanoma. Nesses casos, é preciso procurar ajuda médica, obrigatoriamente”, conclui. 

 

Sobre a autora: Fabiana Maranhão é jornalista desde 2006 e colabora com o Portal Drauzio Varella. Tem interesse por temas ligados à infância e à adolescência, alimentação saudável e saúde mental.

        Veja também: Câncer de pele em 6 perguntas | Jade Cury Martins

Veja mais

Sair da versão mobile