DrauzioCast #025 | Queimaduras

Queimadura não tem mistério: água fria e corrente para aliviar o ardor na região. Nada de pasta de dente ou outra medida absurda. Mas lembre-se: procure sempre por atendimento médico.

Compartilhar

Publicado em: 02/10/2018

Revisado em: 16/03/2021

Ouça o dr. Drauzio neste podcast sobre queimaduras, um dos acidentes domésticos mais comuns.

 

 

 

Em poucos assuntos em medicina o conhecimento popular indica tantas condutas absurdas como no caso das queimaduras. Se uma pessoa se queima, logo aparece alguém aconselhando a passar manteiga, pomadas, pasta de dente, pó de café ou esfregar a lesão nos cabelos.

O problema é que,  nas queimaduras, o fundamental é resfriar a área queimada. E a maneira mais simples, fácil e eficaz de esfriar a área queimada é abrir uma torneira e colocar a zona afetada pela queimadura embaixo da água corrente. Rapidamente a sensação de ardor e queimação vai diminuir.

Veja também: Tratamento de queimaduras inclui enxerto e uso de malha compressiva

O passo seguinte é enxugar o mais delicadamente possível, e embrulhar a área com gaze ou um pano bem limpo, para proteger. Como a pele foi queimada, destruída, é preciso refazer a barreira natural, porque o contato com o ar estimula as terminações nervosas e provoca mais dor.

Soprar ou abanar a região comprometida é totalmente contraindicado, porque além de aumentar a dor, você pode jogar na área queimada os germes que estão na sua garganta (ao assoprar).

Queimadura deve ser tratada com água fria, rapidamente, até a dor acalmar. Depois, secar e embrulhar a região queimada. Sai barato e o tratamento é muito eficaz.

Veja mais

Sair da versão mobile