Como funciona a reposição hormonal – Saúde Sem Tabu #42

A reposição hormonal é uma alternativa para quem sofre com quedas de hormônios, como a progesterona, o estrogênio e a testosterona. Conheça essa opção.

Compartilhar

Publicado em: 14/06/2024

Revisado em: 14/06/2024

O desequilíbrio hormonal pode provocar prejuízos para a saúde física e psíquica e a sexualidade. A reposição hormonal é uma opção nesses casos. Saiba mais.

 

 

 

Viver com desequilíbrio hormonal pode levar a muito sofrimento, pois há o surgimento de diversos sintomas incômodos. No caso da queda de progesterona e estrogênio, que acontece na menopausa, os mais comuns são: alterações de humor, ondas de calor, ressecamento vaginal, alterações na libido, disfunções no sistema urinário e ganho de peso. Já em relação à andropausa, ou deficiência da testosterona nos homens, os sintomas são: depressão, baixa libido, impotência sexual, cansaço constante, perda de força e aumento da gordura corporal.

Para pacientes com essas condições, existe a reposição hormonal. Mas muita gente ainda tem dúvidas se ela é mesmo um tratamento recomendado para todos. Luana Casari, médica endocrinologista, explica essa e outras questões neste episódio do Saúde Sem Tabu.


Conteúdo produzido em parceria com a marca Tena Brasil, marca líder mundial em produtos para incontinência urinária.

Veja também: Reposição hormonal: continuar ou descontinuar? | Artigo

Veja mais

Sair da versão mobile