Checagens

Especial Coronavírus (Parte 2) | Checagem

alimentos e covid-19

A cada dia surgem notícias falsas envolvendo suposta cura para o novo coronavírus. Veja o que é verdade e o que é mentira em relação a alimentos e covid-19.

 

CONTEXTO

 

As notícias falsas sobre o novo coronavírus continuam se espalhando com a mesma velocidade com que a própria doença avança pelo mundo. Entre as mais disseminadas estão aquelas que indicam receitas caseiras para a prevenção e o tratamento da Covid-19.

Veja também: Coronavírus: Verdades e Mentiras (Parte 1) | Checagem

 

A DROPS selecionou as “receitas populares” mais comuns na internet e em mensagens compartilhadas em redes sociais e checou sua veracidade. Para todas as “receitas” a resposta foi sempre a mesma: NÃO EXISTEM MEDICAMENTOS OU RECEITAS CASEIRAS CAPAZES DE PROTEGER OU CURAR A COVID-19. Veja abaixo.

 

CHECAGEM

 

  1. Consumir bebida alcoólica previne contra Covid19” – FALSO

 

Apesar do álcool ser um produto de limpeza recomendado para manter objetos e até mesmo as mãos higienizadas, o consumo de bebidas alcoólicas não produz nenhum efeito benéfico ao organismo e não protege de nenhuma doença, inclusive da Covid-19.

 

  1. “Gengibre fervido mata coronavírus” – FALSO

 

Diversas postagens em redes sociais recomendam o uso de gengibre fervido em água para “matar” o novo coronavírus. A origem dessa afirmação parte da Índia, local onde o ingrediente tem grande popularidade. No entanto, a comunidade médica é unânime em afirmar que não há qualquer comprovação do poder de cura do gengibre para a Covid-19.

 

  1. “Chá imunológico previne contra coronavírus” – FALSO

 

Circula nas redes sociais uma receita de chá elaborada com ervas, frutas e até vegetais que teria supostas propriedades imunológicas capazes de prevenir contra a Covid-19. A receita inclusive está “assinada” por um suposto médico. Entretanto, não há nenhuma comprovação científica de que essa, ou qualquer outra receita de chá, tenha a capacidade de evitar a  a Covid-19.

 

  1. “Vinagre é o melhor desinfetante para matar o coronavírus” – FALSO

 

Uma postagem que circula em diversas redes sociais recomenda a utilização de produtos ditos “naturais” para desinfetar as casas e prevenir a transmissão do coronavírus. A postagem sugere que o vinagre seria um produto tão eficiente quanto o álcool ou uma solução de água sanitária. Em nossa checagem observamos que os organismos oficias de saúde nacionais e internacionais não recomendam outros produtos que não o álcool e as soluções à base de água sanitária para limpeza e desinfecção.

 

 

  1. “Tomar Vitamina D previne contra coronavírus” – FALSO

 

Desde o início da pandemia há um vídeo em circulação que afirma que a deficiência de vitamina D estaria associada à infecção por coronavírus. Entretanto, as fontes consultadas por DROPS mostram que não há nenhuma evidência científica que embase a afirmação.

 

Dessa forma, reafirmamos que até o momento NÃO EXISTEM MEDICAMENTOS OU RECEITAS CASEIRAS CAPAZES DE PROTEGER OU CURAR O CORONAVÍRUS.

 

Referências

 

Acesso  em 07/04/2020:

 

https://www.who.int/emergencies/diseases/novel-coronavirus-2019/advice-for-public/myth-busters

https://www.saude.gov.br/fakenews/46264-cha-imunologico-contra-o-novo-coronavirus-e-fake-news

https://www.who.int/news-room/q-a-detail/q-a-coronaviruses

https://www.hospitaloswaldocruz.org.br/imprensa/noticias/e-fake-e-falso-que-vinagre-e-mais-eficiente-que-alcool-gel-na-protecao-contra-o-novo-coronavirus

https://www.cdc.gov/coronavirus/2019-ncov/prevent-getting-sick/cleaning-disinfection.html

https://www.osha.gov/SLTC/covid-19/controlprevention.html#health

https://www.sbemsp.org.br/imprensa/releases/740-nota-esclarecimento-sobe-associacao-de-corona-virus-com-a-deficiencia-de-vitamina-d

 

 

Sobre o autor: Redação Drops

Drops é a primeira plataforma brasileira dedicada exclusivamente a checar o grau de veracidade de notícias sobre saúde veiculadas na imprensa e nas redes sociais, baseados no fact checking e na busca por evidências científicas em publicações indexadas e instituições de referência. Visite:
dropslab.org