Como funciona a prótese peniana? | Desenrola

Existem três tipos de prótese peniana: maleável, articulável ou inflável. Entenda como eles provocam a ereção.

Drauzio Varella é médico cancerologista e escritor. Foi um dos pioneiros no tratamento da aids no Brasil. Entre seus livros de maior sucesso estão Estação Carandiru, Por um Fio e O Médico Doente.

Compartilhar

Publicado em: 29 de novembro de 2021

Revisado em: 29 de novembro de 2021

Existem três tipos de prótese peniana: maleável, articulável ou inflável. Entenda como eles provocam a ereção.

 

A disfunção erétil é um problema que atinge grande parte dos brasileiros, podendo ser causada por questões psicológicas, retirada da próstata em casos de câncer ou até problemas cardíacos. Quando o tratamento não funciona, há a opção da prótese peniana, também conhecida como implante peniano.

Classificada em três tipos – maleável ou semirrígido, articulável e hidráulico ou inflável -, a prótese serve para manter a ereção durante as relações sexuais. A implantação é segura e pode ser feita pelo SUS ou pelo sistema privado de saúde. Conheça cada modelo e saiba como eles funcionam no primeiro episódio do Desenrola.

Veja também: Saúde do homem: autocuidado vai além do exame de próstata

Veja mais

Sair da versão mobile