Tá faltando vacina BCG no Brasil? | Coluna

Entidades médicas alertam para falta da vacina BCG, que previne contra a tuberculose. Entenda. 

Drauzio Varella é médico cancerologista e escritor. Foi um dos pioneiros no tratamento da aids no Brasil. Entre seus livros de maior sucesso estão Estação Carandiru, Por um Fio e O Médico Doente.

Compartilhar

Entidades médicas alertam para falta da vacina BCG, que previne contra a tuberculose. Entenda. 

Olá, amigos. Como muitos sabem, a vacina BCG é importantíssima pras crianças recém-nascidas. É o imunizante que protege da tuberculose, indicado para ser administrado nos primeiros meses de vida ou até nos primeiros quatro anos de idade. Mas, hoje, nós estamos lidando com o fornecimento reduzido do BCG nos postos de saúde, está difícil ter acesso aos insumos, desde que a única fábrica nacional, a Fundação Ataulpho de Paiva, no Rio de Janeiro, passou por uma interdição pela Anvisa.

É importante esclarecer que ainda não se trata de um caso da falta do BCG; nenhuma Secretaria de Saúde registrou falta de vacinas, mas nós estamos com o fornecimento reduzido para 500 mil doses da vacina por estado, o que acarretou um certo racionamento nos postos. Nem todos os postos estão com o imunizante disponível e muitos dos locais só oferecem a vacinação com agendamento prévio.

De acordo com o informativo do Ministério da Saúde, essa redução das remessas da vacina ocorrerá a partir de maio e por mais alguns meses, até tudo ser normalizado. A fabricação do BCG no Brasil não vai ser retomada até que a fábrica se ajuste às exigências da Anvisa. Até lá, seguimos recebendo doses do Fundo Rotatório da Organização Pan-Americana da Saúde, a OPAS, de forma que não vamos ficar sem o imunizante no Brasil.

Não deixem de vacinar seus filhos. A vacinação continua disponível. As remessas principais têm sido feitas para as maternidades e postos de saúde, e oferecidas com o agendamento. Procure informações sobre a vacina BCG na sua região. A vacinação de BCG também tem apresentado baixa aderência em comparação com os anos anteriores. O ideal é que todas as crianças até quatro anos estejam vacinadas. Cuidem-se, cuidem dos seus filhos e até mais.

 

 

Veja mais: Vacina BCG contra o câncer? | Coluna

Veja mais

Sair da versão mobile