Saúde sem Tabu #10 | HPV na mulher: o que é importante saber

A infectologista Vivian Avelino-Silva ressalta a importância de se vacinar contra o HPV e utilizar preservativos durante as relações sexuais.

Mariana Varella é editora-chefe do Portal Drauzio Varella. Jornalista de saúde, é formada em Ciências Sociais e pós-graduanda na Faculdade de Saúde Pública da USP. Interessa-se por saúde pública e saúde da mulher. Prêmio Especialistas Saúde 2021 e Prêmio Einstein Colunista +Admirados da Imprensa de Saúde e Bem-Estar 2021 @marivarella

Compartilhar

Publicado em: 28 de maio de 2021

Revisado em: 11 de agosto de 2021

A infectologista Vivian Avelino-Silva ressalta a importância de se vacinar contra o HPV e utilizar preservativos durante as relações sexuais.

 

 

 

Depois do surgimento do exame de Papanicolaou, os índices de mortalidade entre as mulheres por câncer de colo de útero caíram bastante, mas continuam altos. Entre as principais causas da doença, está o HPV, uma infecção sexualmente transmissível (IST) com mais de 100 tipos diferentes.

O HPV pode causar tumores, ser assintomático ou até causar o surgimento de verrugas nos órgãos genitais e em outras áreas do corpo. O tratamento, inclusive, visa remover essas verrugas.

Hoje, o uso de preservativos, o Papanicolaou e a vacina contra o HPV são ferramentas importantes para prevenir a doença. No entanto, ainda há um enorme preconceito sobre as ISTs em geral, prejudicando o diagnóstico. Escute tudo o que você precisa saber neste episódio do Saúde Sem Tabu.

Ouça também no YouTube:

Conteúdo desenvolvido em parceria com a TENA Brasil: https://www.tena.com.br/

Veja também: A segurança da vacina do HPV

Veja mais

Sair da versão mobile