Pacientes com câncer podem viajar?

Durante o tratamento oncológico, é possível tirar alguns dias de férias a depender do planejamento e orientações dos médicos.

homem em frente a quadro com informações sobre voos em aeroporto. pacientes com câncer podem viajar

Compartilhar

Publicado em: 22/12/2022

Revisado em: 31/01/2023

Tudo vai depender da etapa do seu tratamento oncológico, mas pacientes com câncer podem viajar. Mas com planejamento e orientação médica, é possível tirar alguns dias de descanso.

 

Muitas vezes, quando se está passando por um tratamento oncológico, a palavra “férias” é uma das últimas coisas que passam pela cabeça do paciente. Afinal, grande parte de sua preocupação diária gira em torno do tratamento, dos efeitos colaterais, exames e visitas ao médico. Mas saiba que o descanso também é benéfico e deveria estar incluído na lista de prioridades do paciente. 

Planejar as férias, ou uma semana de recesso, pode mudar o foco e trazer uma sensação de bem-estar. É claro que tudo vai depender da etapa do tratamento. Por isso, é fundamental que se tenha o aval médico. 

 

Veja também: Ongs garatem acolhimento e direitos aos pacientes oncológicos

 

Preparamos uma lista de cuidados importantes que o paciente deve considerar ao decidir viajar:

 

  • Se o tratamento quimioterápico está em andamento, o paciente pode estar mais suscetível a infecções. Isso não quer dizer que não possa viajar, mas é interessante organizar viagens breves, para locais onde a comida não seja um grande entrave (pelo risco de contaminações). Escolha locais com boa infraestrutura urbana e hospitalar. Praia não é aconselhado nesse momento, pela alta exposição solar; 
  • Se o paciente passou por uma cirurgia recentemente, a recomendação do Instituto Nacional do Câncer (Inca) é evitar ou adiar viagem aérea, por conta do risco de desenvolver coágulos sanguíneos. O câncer é um fator de risco, pois as células cancerígena liberam fragmentos de substâncias, como proteínas, na circulação, e eles podem se acumular; 
  • Se o paciente fez radioterapia recentemente, a pele na área tratada estará mais sensibilizada. Por isso, não esqueça de utilizar protetor solar, chapéus e óculos. Certifique-se de que a pele da área tratada esteja coberta, mesmo quando o tratamento estiver concluído; 
  • Se estiver liberado para viajar de avião, entre em contato com a companhia aérea antes de fazer planos de viagem para descobrir se será preciso uma autorização médica e como obtê-la, principalmente se for necessário levar equipamentos médicos, como oxigênio portátil. Se for fazer uma viagem internacional, contrate um seguro viagem;  
  • Se o paciente planeja fazer uma viagem curta de avião, é ideal manter a receita médica por perto e levar os remédios embalados na bagagem de mão. NÃO OS DESPACHE. Entretanto, se for preciso transportar um medicamento injetável, será necessário uma carta do oncologista recomendando o uso para poder levar no trajeto.

 

Após a viagem, não se esqueça de marcar um retorno com seu médico. 

 

Informações: Hospital Cleveland Clinic e INCA (Instituto Nacional do Câncer).

 

Veja mais

Sair da versão mobile