Desde o início da criação, meninos são levados a acreditar que são o sexo forte.

 

“Disseram a nós, homens, que somos o sexo forte. E nós acreditamos.” Dr. Drauzio faz uma análise sobre as diferenças de desenvolvimento entre meninos e meninas.