Adriana Carranca comenta suas perspectivas quanto à possibilidade de avanços em locais assolados pela miséria, discriminação e violência.