Drauzio Varella

Outras Histórias #15 | Bem-vinda

Drauzio relativiza o fato de se tornar avô com a transitoriedade da existência humana. E aquele desejo que a gente tem de ser neta ou neto deste doutor, só vai aumentar depois de ouvir este episódio.

Drauzio relativiza o fato de se tornar avô com a transitoriedade da existência humana. E aquele desejo que a gente tem de ser neta ou neto deste doutor, só vai aumentar depois de ouvir este episódio.

 

 

 

A chegada da segunda neta fez  dr. Drauzio se questionar sobre a existência humana. Se tornar avô é, para ele, completar a espiral da vida, onde tudo que acontece a partir de então não depende mais de sua ação direta. Os netos vieram por decisão alheia (dos filhos), e não cabe mais ao avós a máxima de “crescer, competir e se multiplicar”.

Mas, se por um lado, as novas crianças da família expõem essa transitoriedade da vida, elas também encantam como nenhuma outra. Sabendo que já não têm todo o tempo do mundo, os avôs percebem que devem se concentrar no essencial: a felicidade de seus netos.

Ouça também no YouTube:

Veja também: A intuição de minha avó | Artigo

Sair da versão mobile