Homens jovens, minorias étnicas e pessoas que vivem em locais com baixo nível socioeconômico formam grupo mais vulnerável a um transtorno psicótico.

 

Transtornos psicóticos, que incluem a esquizofrenia e alguns casos de transtorno bipolar, estão entre os mais graves da psiquiatria. Apesar da genética ter papel importante, o ambiente também interfere, e muitas vezes é crucial para o surgimento de um episódio psicótico. Conversamos com o dr. Paulo Rossi, professor titular e chefe do Departamento de Medicina Preventiva da FMUSP.