A ciclotimia pode ser entendida como uma espécie de transtorno bipolar mais leve, o que não significa que não possa trazer prejuízos. O problema muitas vezes é encarado como um traço da personalidade, uma característica de alguém de “gênio forte”. Conversamos com o psiquiatra Diego Tavares, especialista em transtornos de humor e coordenador do Ambulatório de Transtornos Afetivos do Instituto de Psiquiatria do HC-FMUSP e da Faculdade de Medicina do ABC.