Avanços na genética mostraram que o genoma humano e dos ratos na verdade é muito semelhante. 

 

Faz bem à nossa vaidade imaginar que somos o projeto mais bem acabado da natureza. Porém, o desenvolvimento do Projeto Genoma deixou claro que o ser humano não é o destino final da evolução.

 

Veja também: Entrevista com a geneticista Mayana Zatz sobre o Projeto Genoma