Drauzio Varella

Dicas para controlar as crises de abstinência de nicotina

Marcou o dia para parar de fumar? Fique firme! Algumas dicas simples podem ajudá-lo a superar crises de abstinência de nicotina nos momentos difíceis. 

Marcou o dia para parar de fumar? Fique firme! Algumas dicas simples podem ajudá-lo a superar crises de abstinência de nicotina nos momentos difíceis. 

 

Você afinal se convenceu de que o cigarro é um problema em sua vida e  marcou dia e hora para parar de fumar. O importante, então,  é estar bem preparado para enfrentar os sintomas das crises de abstinência, responsáveis pelas recaídas, porque basta uma tragada para  livrar-se do mal-estar e ansiedade que elas provocam . Fique firme. Não caia nessa.  Os dois primeiros dias são os piores. Daí em diante, a frequência e a intensidade das crises vão diminuindo e a falta que você  sente do cigarro também.

Segue abaixo uma relação de medidas simples que podem ajudá-lo a superar essa fase difícil das crises de abstinência.

Além disso , os medicamentos atuais são bastante eficazes para contornar esse problema. Acredite, as medidas acima podem ajudar bastante quem está decidido a parar de fumar. No entanto, se as crises de ansiedade forem muito intensas, pode-se associar medicação ansiolítica principalmente nos três primeiros meses de abstinência. O Hospital Universitário da USP possui um programa gratuito para indivíduos que desejam parar de fumar. Clique aqui e saiba como participar!

Sair da versão mobile