Drauzio Varella

AVC (acidente vascular cerebral) ou derrame

Imagens de tomografia com regiões de um cérebro atingidas por AVC marcadas em vermelho.

O AVC, conhecido como derrame, pode ser de dois tipos: isquêmico e hemorrágico. É fundamental reconhecer os sintomas rapidamente para reduzir o risco de sequelas.

 

O acidente vascular cerebral (AVC), conhecido popularmente como derrame cerebral, pode ser de dois tipos:

 

Veja também: Leia aqui entrevista completa sobre AVC

 

 

Sintomas

 

Acidente Vascular Isquêmico

 

Algumas vezes, esses sintomas podem ser transitórios – ataque isquêmico transitório (AIT). Nem por isso deixam de exigir cuidados médicos imediatos.

 

Veja também: Dr. Drauzio enumera os principais sintomas do AVC

 

Acidente Vascular Hemorrágico

 

 

Fatores de risco

 

Os fatores de risco para AVC são os mesmos que provocam ataques cardíacos:

 

Tratamento

 

Acidente vascular cerebral é uma emergência médica. O paciente deve ser encaminhado imediatamente para atendimento hospitalar. Trombolíticos e anticoagulantes podem diminuir a extensão dos danos. A cirurgia pode ser indicada para retirar o coágulo ou êmbolo (endarterectomia), aliviar a pressão cerebral ou revascularizar veias ou artérias comprometidas.

Infelizmente, células cerebrais não se regeneram nem há tratamento que possa recuperá-las. No entanto, existem recursos terapêuticos capazes de ajudar a restaurar funções, movimentos e fala. Quanto antes forem aplicados, melhores serão os resultados.

 

Recomendações

 

 

Veja também: Como medir a pressão corretamente

Sair da versão mobile